Publicidade

O Fluminense até tentou, mas recebeu o veto da Prefeitura do Rio de Janeiro para ter público contra o Barcelona-EQU. O confronto será nesta quinta-feira, pelas quartas de final da Libertadores.

A diretoria do Fluminense pleiteou a presença de 4,5 mil torcedores com o ciclo de vacinação completo no Maracanã. O jogo serviria como teste para as autoridades municipais.

Maracanã segue sem receber público (Foto: Divulgação)

No entanto, a Secretaria de Saúde optou por vetar a presença do público pela alta de casos de Covid no Rio de Janeiro neste momento.

Relacionadas

Nino Fluminense
Roger Machado Fluminense

Publicidade

O Fluminense foi informado da decisão e emitiu uma nota oficial:

“Na última sexta-feira, o Fluminense enviou ofício à Secretaria Municipal de Saúde solicitando a presença de público no jogo contra o Barcelona Sporting Club, a ser realizado no Maracanã, na próxima quinta-feira. Na manhã de hoje (09/08) a Prefeitura informou que não será possível a liberação, devido ao aumento do número de casos e dos riscos trazidos pela nova variante Delta.

O Fluminense havia sugerido que o jogo fosse utilizado como evento teste, em proposta de ação conjunta. A ideia era receber apenas 4.460 sócios convidados (cerca de 5% da capacidade do estádio), já vacinados com a segunda dose e cumprindo uma série de regras de precaução.

Publicidade

A Prefeitura informou que o protocolo apresentado mostrou-se bastante adequado, com necessidade de pequenas correções. Mas informou também que a decisão nada teve a ver com definições do protocolo, e sim com a dinâmica da pandemia na cidade que nos últimos dias teve aumento considerável de casos.

Ao ser comunicado da decisão, o Fluminense se colocou mais uma vez à disposição para apoiar no combate à pandemia. A pedido do Secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, o clube convidará seus funcionários a participar, como voluntários, do esforço de vacinação, unindo esforços com as autoridades de saúde municipais.”

Comentários