Publicidade

Apesar de não ter sido o resultado esperado, o Fluminense não jogou a toalha após o empate por 2 a 2 com o Barcelona. Sob forte pressão, o técnico Roger Machado acredita que o time tem condições de avançar na Copa Libertadores.

As duas equipes vão fazer o duelo de volta na próxima quinta-feira, no Equador. O Fluminense precisa vencer ou empater a partir de 3 a 3 para avançar, uma vez que os gols anotados como visitante valem para critério de desempate.

Roger Machado Fluminense Roger aposta na virada do Fluminense (Foto: Mailson Santana / Fluminense)

Mais uma vez o técnico Roger Machado recebeu muitas críticas, mas defendeu a atuação de sua equipe. Segundo ele, o Flu controlou o jogo e falhou em lances pontuais.

Publicidade

– Não tivemos queda de rendimento substancial que justificassem os dois gols do adversário. Foram dois lances pontuais: uma penalidade e um equívoco na saída. O adversário criou muito pouco durante a partida inteira, controlamos a maior parte do jogo. Estivemos dentro da partida o tempo inteiro – afirmou Roger após a partida.

Roger vê vitória no Equador bem possível

A classificação para às semifinais será decidida na próxima quinta, em Guayaquil, no Equador. Com o empate no primeiro jogo, as duas equipe estarão, portanto, em pé de igualdade. Então isso e o retrospecto do Flu fora de casa na competição deixam Roger confiante.

– Tem outros eventos nos jogos na Libertadores. Tivemos pelo menos três vitórias na fase de grupos e nas oitavas. Nossa vida é vencer. Obviamente que o resultado que gostaríamos era ter levado uma vantagem, até porque pela atuação que tivemos demonstramos consistência e futebol para merecer um placar que nos desse uma condição diferente do empate – analisou o treinador.

Publicidade

MAIS! Fluminense não vai parar no mercado

– Mas a vitória simples lá nos dará a classificação para a próxima fase. E tenho certeza que vamos trazer essa classificação – concluiu.

Relacionadas

Raúl Bobadilla Fluminense

Entretanto, o Barcelona já se mostrou um adversário difícil de ser batido em seus domínios. A equipe equatoriana venceu todos os confrontos em casa desde a fase de grupos, inclusive com vítimas de peso, como Boca Juniors-ARG, Santos-BRA e Vélez Sarsfield-ARG.

Comentários