Publicidade

O Fluminense de Roger Machado avança no mata-mata, mas convive com críticas. É este o contexto do técnico à frente do Tricolor Carioca. Ele levou o time às quartas de final da Libertadores e da Copa do Brasil. No Brasileiro, ocupa a 12ª colocação.

Apesar do elenco limitado e algumas peças importantes já com uma idade avançada, o time consegue ser competitivo. Mas a torcida espera mais e gostaria de ver uma equipe que se impusesse em campo. Assim, o treinador é alvo de constantes críticas e tem sua cabeça pedida após qualquer tropeço. Mesmo nas vitórias há que critique a forma do time jogar.

Roger Machado Fluminense Roger Machado convive com críticas | Foto: Fluminense / Divulgação

– Acho que o nível de exigência no futebol brasileiro é sempre alto. Torcedor quer que vença e dê sempre espetáculo. Está no seu direito. Mas a gente que trabalha do lado de cá sabe como é difícil estar em três frentes e ser competitivo – se defendeu Roger em coletiva após a vitória por 1 a 0 sobre o Cerro Porteño, nesta terça-feira.

Relacionadas

Publicidade

– Trabalho há 30 anos no futebol e a avaliação definitiva do jogador é só depois que ele para, e a do treinador é só depois que ele morre. Porque ao longo da trajetória, ora vai ser competente e ora incompetente de acordo com os resultados. Não tem nada de errado, mas faz parte de como as coisas funcionam no nosso meio – completou.

Fluminense e Roger Machado têm mais decisões pela frente

As próximas semanas serão determinantes para o futuro do Tricolor na temporada. Se a equipe alcançar as semifinais nos mata-matas, já terá chegado onde poucos esperavam no início do ano.

Marcão destaca amor ao Fluminense e revela ‘não’ ao Flamengo

Publicidade

– Passamos vencendo o Cerro em dois jogos. A dificuldade vai aumentar. Vamos buscar elevar o nível. O resultado no agregado foi 3 a 0. Não dá para imaginar que nessa fase vamos dominar sempre. Fizemos um bom jogo. Nos classificamos com mérito. Gostaria de comemorar. Saborear um pouco – disse Roger, em tom irônico.

Vai sair? Fluminense recebe proposta pelo goleiro Muriel

O adversário da Libertadores será o Barcelona de Gayaquil. A equipe do Equador faz uma boa temporada e terminou como líder de um grupo que tinha Boca Juniors-ARG e Santos-BRA. Nas oitavas passou pelo Vélez Sarsfield-ARG.

Publicidade

Na Copa do Brasil, o adversário será conhecido por sorteio, mas é grande a possibilidade do Flu ter outra pedreira pela frente.

Nesse cenário de duelos difíceis nos mata-matas, o Fluminense precisa parar de se afastar do pelotão da frente no Brasileirão.

Comentários