Publicidade

O Fluminense vai enfrentar o Cerro Porteño nas oitavas de final da Copa Libertadores. Os dois times duelaram nas semifinais da Copa Sul-Americana de 2009 e o jogo da volta, no Maracanã, terminou em pancadaria. O atacante Fred, na época em seu primeiro ano no Tricolor, se dirigiu aos jogadores rivais como “bando de marginais”.

Após vencer na ida por 1 a 0 no Paraguai, o Fluminense perdia por 1 a 0 na volta, no Maracanã. Mas conseguiu a virada com dois gols nos acréscimos, anotados por Gum e Alan. As duas equipes acabaram transformando o Maracanã em um palco de batalha generalizada. A violência das agressões chamou a atenção da imprensa internacional.

Jogo entre Cerro e Fluminense terminou em pancadaria (Foto: Conmebol)

Após o tumulto o árbitro chileno Carlos Chandía expulsou apenas o goleiro Fernando Henrique.

Publicidade

MAIS!  Fluminense mira a chegada de um lateral

Fred ficou revoltado com a postura dos paraguaios.

– Aqui querem nos dar porradas. Ver um irmão nosso levar porrada nos dá vontade de dar porrada. Lá nos deram pedradas. Partiram aqui para cima de nós como um bando de marginais. Deveriam ser presos. São marginais – bradou Fred.

Cuca perdeu a paciência

Fred dá entrevista revoltado após o jogo (Foto: Youtube)

Publicidade

Cuca, técnico do Fluminense, também reclamou.

– Eles testaram a nossa paciência o tempo todo. Não temos sangue de barata. Não é o ideal, mas se tivermos que ir para a porrada nós vamos – disse Cuca.

Relacionadas

O Cerro Porteño denunciou após o jogo uma suposta truculência por parte da Polícia Militar do Rio de Janeiro. O Fluminense foi finalista da Copa Sul-Americana, mas acabou sendo derrotado pela LDU.

Comentários