Publicidade

A série de derrotas aumentou a pressão no Fluminense. Tanto que nesta sexta-feira um grupo de torcedores de uma organizada protestou em frente ao CT Carlos Castilho.

Os alvos da organizada eram o técnico Roger Machado, o lateral esquerdo Egídio e o meia Ganso. No entanto, nenhum incidente foi relatado no local.

Protesto desta sexta-feira no CT foi pacífico (Foto: Reprodução)

Alguns jogadores do elenco tricolor pararam e chegaram a conversar com os torcedores. Ganso foi parado, mas não foi cobrado por estar com sua esposa e filho no carro.

Publicidade

Três faixas foram expostas no local: “Roger, respeite a nossa história”; “Como faz filho se não sabe cruzar” e “Quem refresca c# de Ganso é lagoa”.

A Polícia esteve no CT e acompanhou de perto o protesto, mas não precisou intervir.

Relacionadas

Paulo Baier Criciúma
John Kennedy Fluminense

O Fluminense vai a campo pressionado neste sábado. Os tricolores precisam vencer o Criciúma por dois gols de diferença para avançar na Copa do Brasil.

Comentários