Publicidade

O Fluminense vê a pressão aumentar e a crise rondar o clube. Em momento decisivo na temporada, o Tricolor encontra dificuldade para reagir. Neste domingo, o Fluminense caiu para o Internacional: 4 a 2, no Beira-Rio, pela 16ª rodada do Brasileirão. É a quarta derrota seguida do time carioca no torneio. Esta de forma cruel. Levou dois gols nos acréscimos. E às vésperas de jogo fundamental pela Libertadores.

O Tricolor Carioca vai se complicando no Brasileiro, sem encostar no G-6. O Fluminense tem 17 pontos em 15 jogos (tem uma partida a menos) e ocupa a 15ª colocação. Agora, decide a vida na Libertadores. E em uma situação nada confortável.

Ganso Internacional x Fluminense Ganso voltou a ter oportunidade | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Como empatou o jogo de ida das quartas de final por 2 a 2, no Maracanã, o clube carioca precisa vencer o Barcelona de Guayaquil, no Equador, ou empatar a partir de 3 a 3 para avançar à semifinal. Ou então a pressão vai aumentar ainda mais.

Publicidade

O próximo compromisso do Fluminense pelo Brasileiro é no dia 23, segunda-feira, contra o Atlético-MG. O duelo será disputado em São Januário. Antes, o Tricolor Carioca decide classificação na Libertadores. Nesta quinta-feira, o Flu enfrenta o Barcelona, no Equador, às 21h30 (de Brasília).

Internacional aumenta drama do Fluminense

O Internacional vai se dando bem contra os cariocas – goleou o Flamengo na última rodada. Agora, o clube gaúcho soma 21 pontos e ocupa a 9ª colocação do Brasileiro. Na próxima rodada, visita o Santos, domingo, às 18h15 (de Brasília), na Vila Belmiro.

De olho na Libertadores e também pelo desgaste da sequência de jogos, Roger Machado fez mudanças no Fluminense. Ele reforçou o meio de campo com André e escalou Ganso. No ataque, Abel Hernández entrou na vaga de Fred.

Relacionadas

Raúl Bobadilla Fluminense

Publicidade

O Internacional abriu o placar logo no começo do jogo. Aos sete minutos, Cuesta aproveitou liberdade e cruzou na medida para Edenílson marcar. A situação quase ficou pior. Após erro de passe, o clube gaúcho encaixou contra-ataque. Taison driblou Marcos Felipe, mas viu Nino salvar na pequena área.

O Fluminense, que encontrava dificuldade para criar, chegou ao empate no fim do primeiro tempo. André deu um bolão, nas costas de Cuesta, e deixou Yago Felipe cara a cara com Daniel. Com um toque de qualidade, ele venceu o goleiro e fez 1 a 1, aos 44 minutos. A virada quase aconteceu dois minutos depois. Yago lançou Abel Hernández, mas Daniel salvou a finalização com pé.

Yago Internacional x Fluminense Yago apareceu bem na frente e marcou | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Fluminense leva dois gols nos acréscimos

O clube carioca parou no goleiro colorado no começo do segundo tempo. Aos 11, Yago lançou Luiz Henrique. Ele chutou com força, mas viu Daniel crescer e defender. A resposta do Inter foi fatal. Dois minutos depois, Moisés cruzou da esquerda e Yuri Alberto, livre entre os defensores, completou e fez 2 a 1.

Publicidade

O Inter ficou mais à vontade em campo. Em contra-ataque, Yuri Felipe ficou cara a cara com Marcos Felipe. O goleiro fechou bem e salvou o Fluminense. Roger Machado fez troca tripla. Ele lançou Matheus Martins, Nenê e John Kennedy. Saíram Yago Felipe, Martinelli e Luiz Henrique.

O empate saiu quase que de forma imediata. Após cobrança de escanteio, Egídio ficou com a sobra e colocou novamente para área. Nino surgiu livre e fez 2 a 2, aos 38 minutos. Cuesta quase fez o terceiro, mas bateu para fora.

Nos acréscimos, Cuesta cruzou para Edenílson, aos 47 minutos, fazer o terceiro. Ainda deu tempo para o quarto. Aos 49 minutos, Guerrero, que entrou no segundo tempo, não perdoou em contra-ataque: 4 a 2. A pressão aumenta no Fluminense.

FICHA TÉCNICA

Publicidade

INTERNACIONAL 4X2 FLUMINENSE

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data: 15/08/2021, domingo
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartão amarelo: Yuri Alberto e Rodrigo Lindoso (Internacional)
Cartão vermelho:
Gol:
Internacional: Edenílson, aos 7′ do 1ºT e 47′ do 2ºT, Yuri Alberto, aos 13′ do 2ºT, e Guerrero, aos 49′ do 2ºT
Fluminense: Yago Felipe, aos 44′ do 1ºT, e Nino, aos 38′ do 2ºT

INTERNACIONAL: Daniel; Saravia (Heitor), Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Rodrigo Lindoso (Boschillia), Patrick (Palacios) e Edenílson; Taison (Guerrero) e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Publicidade

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Egídio; André, Martinelli (Nenê), Yago Felipe (Matheus Martins) e Ganso (Wellington); Luiz Henrique (John Kennedy) e Abel Hernández (Bobadilla). Técnico: Roger Machado.

Comentários