Publicidade

Aos poucos o Brasil vem tentando voltar à normalidade apesar dos efeitos da pandemia do Coronavírus. Com o futebol não é diferente. Assim alguns clubes, como Flamengo, Atlético-MG e Cruzeiro, trabalham para poder ter o retorno do público nos estádios. Mas o Fluminense não vai mover uma palha por isso. Fato que vem revoltando seus torcedores.

O presidente Mário Bittencourt entende que não é o momento de antecipar as coisas. O clube está alinhado com o posicionamento da CBF e das autoridades sanitárias. Assim não vai ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com o objetivo de conseguir a liberação de público.

Mário Bittencourt não se movimenta por volta de público aos estádios (Foto: Instagram)

A postura tricolor vem fazendo o clube entrar em rota de colisão com os torcedores. Principalmente aqueles de facções organizadas. O relacionamento tem estado tenso, inclusive na semana passada torcedores ficaram revoltados por não poderem organizar o mosaico antes do embate com o Cerro Porteño pela Copa Libertadores.

Publicidade

MAIS! Altos e baixos… relembre como Ganso chegou aos 100 jogos no Flu

Além disso a falta de público continua tornando a situação financeira do Fluminense mais complicada. O Tricolor vem encontrando dificuldades para poder honrar vários de seus compromissos por conta de dívidas de gestões anteriores e redução de receita.

Relacionadas

Roger Machado Fluminense

Comentários