Publicidade

O técnico Roger Machado deixou o Fluminense após a eliminação na Copa Libertadores. Era alvo de muitas críticas por conta dos maus resultados e da forma como a equipe jogava, recuada na maioria das vezes. Mas pelo visto não era uma insatisfação apenas dos torcedores. Os jogadores também estavam muito irritados com a forma de jogar da equipe.

Aos poucos a insatisfação vinha se tornando cada vez maior. Os jogadores do atual elenco não falam abertamente para evitar situações ruins, mas o alívio pela troca por Marcão é grande no plantel.

Kayky Fluminense Kayky revelou insatisfação do elenco com estilo de Roger (Foto: Lucas Merçon / Fluminense)

Os jogadores entendem que o Fluminense poderá aos poucos se recuperar em termos de estilo de jogo, passando a atuar de maneira mais ofensiva. Apesar disso alguns momentos na vitória contra o Bahia lembraram a postura do antigo comandante.

Publicidade

MAIS! Egídio é o maior ladrão de bolas entre os laterais do Brasileiro

Se os jogadores do elenco não admitem o incômodo, quem saiu não tem motivos para esconder.

– A proposta com o Roger era se fechar e sair nos contra-ataques. Mas tinha jogo que a coisa não funcionava desse jeito e o torcedor cobrava. A gente queria agradar ao torcedor, mas ele cobrava. A gente também se sentia incomodado. Não eram só os torcedores. Claro que, quando o resultado não vem vindo cai pro treinador, que é o comandante, mas a gente também se sentia incomodado de não poder jogar tanto com a bola e ter essa proposta de sair mais no contra-ataque – disse o atacante Kayky ao “SporTV”.

Relacionadas

John Kennedy Fluminense

Publicidade

Kayky não integra mais o elenco do Fluminense. O jogador já foi liberado para se apresentar ao Manchester City. Sem ele o Fluminense recebe o Juventude nesta quinta-feira no Maracanã, pelo Brasileiro.

Comentários