Publicidade

A diretoria do Fluminense está usando os serviços bancários de maneira constante. Mas sempre no sentido de transferir o dinheiro da venda de jogadores para a conta dos atletas que permanecem no plantel. Assim vem trabalhando para conseguir manter em dia a folha salarial. Mas não tem sido nada fácil.

Elenco do Fluminense recebeu parte dos salários (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

O clube depositou na terça-feira 75 dos salários de agosto dos jogadores e dos funcionários. A verba veio do pagamento de parte dos direitos federativos de atletas negociados com equipes do exterior. Casos por exemplo do lateral-direito Gilberto, cedido ao Benfica, e do atacante Evanilson, que se transferiu para o Porto.

Fluminense ainda deve ao elenco

Agora ficarão faltando 25% dos salários de agosto. Além disso o clube deve o salário de setembro e os direitos de imagem de junho até o momento. A folha salarial do Fluminense vence sempre no quinto dia útil.

Publicidade

Leia também:

Fluminense agora mira Cipriano
Fluminense define estratégia para superar o líder Atlético-MG

Desde que assumiu a presidência, no ano passado, Mário Bittencourt tem convivido constantemente com as dívidas. Mas tem conseguido aos poucos colocar as finanças salariais em dia. Mas o que possibilitou se aproximar mais da situação ideal foi o acordo de redução salarial durante a pandemia do Coronavírus. Entretanto o vítus comprometeu receitas importantes do Tricolor, como bilheteria.