Fluminense trabalha para não repetir com Marcos Paulo o erro do ‘Caso Dodi’

publicado em 03/12/2020 às 9:02

A diretoria do Fluminense não conseguiu prorrogar o contrato do volante Dodi e decidiu afastar o jogador do elenco. O vínculo com o clube termina em 31 de dezembro. Agora o Tricolor trabalha para renovar o compromisso com o atacante Marcos Paulo que se estende em junho do próximo ano. Pela legislação ele fica livre em janeiro para assinar um pré-contrato com outro clube. É isso que os dirigentes do clube querem evitar.

Mário Bittencourt quer renovar com Marcos Paulo (Foto: FluTV)

O primeiro passo para isso é evitar o clima pesado do relacionamento com Carlos Escuro, representante de Dodi. Ele chegou a discutir com o presidente do Fluminense, Mário Bittencourt. O próprio mandatário está cuidando da proposta nova que será enviada para o jogador.

Leia também:

Boa notícia! Fred volta aos treinos
Reforço! Volta de Hudson é motivo de alívio no Fluminense

O Fluminense já agendou uma reunião virtual com os representantes de Marcos Paulo. O encontro só não será presencial porque o presidente do clube está em isolamento social por ter testado positivo para a Covid-19.

Ideia é aumentar multa de Marcos Paulo

Marcos Paulo abriu caminho para a vitória (Foto: Divulgação)

A estratégia para renovar com Marcos Paulo passa por um aumento salarial, que ficaria condicionado ao aumento da multa rescisória. Além disso o jogador passaria a ser mais usado em ações comerciais do clube, lucrando com isso.

Promovido ao time de profissionais do Fluminense no ano passado, Marcos Paulo já tem 72 jogos com a camisa do Trciolor. São 12 gols marcados. Ele é tratado como uma das principais joias do clube e o Tricolor não quer perder o jogador sem ter lucros com isso.

Deixe seu comentário:

Comentário