Publicidade

A maratona de jogos continua. E o Fluminense não pretende tirar o pé. A avaliação será partida a partida, mas o técnico Roger Machado já deu um recado: não vai abrir mão de competição.

O treinador vai tomar cuidados na hora de definir a escalação, mas sempre vai escalar o melhor à disposição. Isso para brigar em todas as frentes. A partir de quarta-feira, o Flu tem mais uma: a Copa do Brasil.

Fluminense Fluminense estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira | Foto: Mailson Santana / Fluminense / Divulgação

– A gente vai vendo jogo a jogo, vendo o nível de recuperação dos atletas. Se possível e quando necessário for, como a gente fez antes do jogo do River, em um período mais apertado, dar mais um dia de recuperação aos jogadores sem levar para o campo. Eu tenho por preferência dar uma arejada em alguns setores, mas sempre tentando levar o de melhor pelo momento que a gente tem. Não quero abrir mão de nenhuma competição. Ah, o Brasileiro é longo, poderia recuperar lá na frente etc, mas é um campeonato que premia a regularidade. Temos que tomar cuidado e não perder a mão – declarou Roger Machado.

Relacionadas

Roger Machado Fluminense
Nino Fluminense

Fluminense tem desfalques

Publicidade

As circunstâncias, muitas das vezes, vão levar o técnico a rodar o elenco, como agora. Nino vai defender a Seleção Olímpica, enquanto Cazares vai para a seleção equatoriana.

– Saber até onde pode ir sem perder o nível de competitividade dos jogos e isso se consegue ao entrar com jogadores descansados em campo. É uma conta que a gente vai medindo dia a dia. Mas tem as próprias suspensões, convocações, algum desfalque por lesão… O Cazares indo para a seleção vai ficar muito tempo afastado, o Nino também… Dá oportunidade para outros estarem aptos – acrescentou Roger.

O Fluminense estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira, no Maracanã, às 21h30. O Tricolor recebe o Bragantino pelo jogo de ida da terceira fase.

Comentários