Publicidade

Uma situação tranquila, mas que precisa ser administrada. Assim pensa o Fluminense, que visita o Bragantino lutando por uma vaga na sequência da Copa do Brasil, nesta quarta-feira. O confronto de volta pela terceira Fase será às 21h30 (de Brasília), em Bragança Paulista.

O Bragantino vai a campo com a necessidade de vencer por três gols de diferença para se classificar. Um triunfo por dois gols leva o duelo para os pênaltis. O Tricolor ganhou na ida por 2 a 0.

Fluminense foi superior ao Bragantino no Maracanã. Assim fez vantagem (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Os donos da casa vêm de empate com o Bahia pelo Campeonato Campeonato Brasileiro. Para piorar, o técnico Maurício Barbieri tem problemas para escalar a equipe.

Publicidade

O zagueiro Fabrício Bruno, o lateral esquerdo Edimar e o atacante Helinho estão com problemas físicos e são dúvidas. Assim, Natan, Luan Cândido e Pedrinho estão de sobreaviso.

No Fluminense, o clima é de confiança. O técnico Roger Machado parece ter encontrado a formação ideal. Mesmo sem o zagueiro Nino, a zaga formada por Manoel e Luccas Claro não foi vazado nos dois últimos jogos.

Roger deve repetir time, mas não confirma

Por isso, os cariocas vão em busca da classificação para manterem o bom rendimento na temporada. Outro fator que deixa os visitantes confiantes é a sequência de jogos sem perder.

Publicidade

Para esta partida, Roger Machado deve manter a escalação que começou as vitórias contra Bragantino e Cuiabá. Mas o treinador não antecipou a equipe. Assim o mistério continua.

FICHA TÉCNICA:
BRAGANTINO-SP X FLUMINENSE-RJ

Local: estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 9 de junho de 2021, quarta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

Publicidade

BRAGANTINO: Julio César; Aderlan, Léo Ortiz, Natan (Fabrício Bruno) e Luan Cândido (Edimar); Jadsom, Lucas Evangelista e Cuello; Artur, Pedrinho (Helinho) e Ytalo.
Técnico: Maurício Barbieri

FLUMINENSE: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli, Yago e Nenê; Caio Paulista, Gabriel Teixeira e Fred
Técnico: Roger Machado

Comentários