Publicidade

Pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense recebe o Santos neste domingo de olho em um lugar no G-4. A bola rola no Maracanã a partir das 16 horas, no horário de Brasília. O Fluminense é o sexto colocado, com 26 pontos, e o Peixe está uma posição acima, em quinto, e com um ponto a mais (27).

(Foto: Lucas Merçon/ Fluminense)

O Tricolor vive boa fase no Brasileirão e não perde há seis rodadas. Como o quarto colocado São Paulo teve seu jogo da rodada adiado, uma vitória deixará o Fluminense no G-4.

– É um jogo de seis pontos, briga direta ali na parte de cima da tabela. Nosso time teve uma semana muito boa de trabalho e vamos em busca desses três pontos para nos mantermos na parte de cima da tabela -, disse André.

Publicidade

Leia também:

Fluminense desiste de centroavante e renovações preocupam

Para esta partida, o técnico Odair Hellmann perdeu Digão, suspenso, e Yago, lesionados. Além deles, Luiz Henrique está com a seleção brasileira sub-20. Na zaga, Luccas Claro retorna ao time. No meio, a dúvida está entre André e Michel Araújo. Já na frente, Marcos Paulo pode ganhar nova chance entre os titulares.

Publicidade

O Santos terá o retorno de pelo menos quatro jogadores, todos fora do departamento médico: Lucas Veríssimo, Alison, Madson e Marinho. Sem poder contar com o atacante Kaio Jorge, convocado para a Seleção Sub-20, Cuca deve escalar Lucas Braga na frente.

Em compensação, Pará será desfalque em função de lesão muscular na coxa esquerda e Madson vai para o jogo.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE-RJ X SANTOS-SP

Publicidade

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de outubro de 2020
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RJ)
Assistentes: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau (RJ)
VAR: Daniel Nobre Bins (RJ)

FLUMINENSE: Muriel, Igor Julião, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Hudson, Dodi, André (Michel Araújo) e Nenê; Marcos Paulo (Wellington Silva) e Fred
Técnico: Odair Hellmann

SANTOS: João Paulo, Madson, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson, Diego Pituca e Jean Mota; Marinho, Soteldo e Lucas Braga (Marcos Leonardo)
Técnico: Cuca