Publicidade

O Fluminense vai se aproximando de garantir o objetivo de ir para a Libertadores. O Tricolor Carioca está embalado com as vitórias sobre América-MG e Internacional.

Este ano, o Tricolor retornou à competição continental após uma longa ausência e entrou diretamente na fase de grupos. Para a próxima temporada, entretanto, o mais provável é que a equipe tenha de disputar a pré-Libertadores.

Fluminense Mário Bittencourt avalia temporada tricolor (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense)

Para o presidente Mário Bittencourt, o desempenho em campo mostra que o time subiu de patamar, apesar das restrições financeiras.

Relacionadas

Fluminense
Marcão Fluminense

Publicidade

– O Fluminense pode fazer muito mais, merece muito mais, mas no trabalho que a gente vem fazendo de reconstrução, que passa pelo futebol, e que nos anos anteriores vinha sempre ficando de 12º para baixo, chegar no fim do ano podendo voltar para a Libertadores, acho que fazemos uma temporada regular. A gente oscilou mais que o ano passado, mas é natural com muitos jovens – afirmou o mandatário tricolor.

Sobre a situação do mercado da bola, Bittencourt não prevê muitas novidades para a próxima temporada.

– A tendência é a gente manter a maioria da espinha. O mercado está muito parado, tanto que o Brasil não fez venda na janela de meio de ano e não há nenhuma movimentação ainda por causa da pandemia. Outro complicador é que a Europa está sem dinheiro, e a gente precisando de dinheiro. Acho que vai ser complicado esse final de ano. E no Brasil, a janela de janeiro é ruim porque eles pagam menos, pois estão em meio de temporada. Mas não teve nenhuma no meio do ano, não recebemos nenhuma proposta – revelou.

Publicidade

Sem o dinheiro da venda de seus jovens talentos, o Fluminense também não poderá ir forte ao mercado e os reforços devem ser pontuais.

Comentários