Publicidade

O Fluminense vem tentando equacionar suas dívidas na gestão do presidente Mário Bittencourt. Neste mês, o clube carioca fez um acordo com a Procuradoria Geral da União para reduzir os valores devidos.

Mário Bittencourt tenta diminuir dívida do Fluminense (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense)

Em princípio, os tricolores diminuíram cerca de 30% o que era devido ao governo (de R$ 66 milhões para R$ 44 milhões). O clube carioca terá 12 anos para saldar a dívida, que inicia com parcelas de R$ 200mil.

Com isso, os cofres do Fluminense ganham um alívio. O objetivo da diretoria é poder pagar as dívidas e ainda ter recursos para não atrasar salário a funcionários e jogadores.

Publicidade

Mesmo assim, os tricolores ainda devem salários a funcionários e jogadores. A diretoria havia feito um pacto de pagar toda a dívida até o final de 2020.

Leia também:

Luccas Claro tem lesão detectada e preocupa o Fluminense

Publicidade

Lisca e Dorival entram na mira do Fluminense para 2021

Dentro de campo, o técnico Marcão iniciou a preparação visando o confronto da próxima semana, contra o São Paulo.