Publicidade

Após cair na armadilha do Bragantino no primeiro tempo, o Fluminense reagiu e conseguiu buscar o empate: 2 a 2, neste domingo, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, pela terceira rodada do Brasileiro.

Depois de eliminar o Bragantino na Copa do Brasil, o Fluminense mostra poder de reação e mantém a invencibilidade no Brasileiro. Agora, o Tricolor tem cinco pontos e está na sétima colocação. O Massa Bruta também está invicto, com cinco pontos, no sexto lugar.

Abel Hernández Fluminense 130621 Abel Hernández marcou o gol de empate | Foto: Mailson Santana / Fluminense / Divulgação

O Fluminense se viu em apuros em Bragança Paulista. O Tricolor vacilou na saída de bola. A armadilha do Bragantino funcionou e o time abriu 2 a 0, mas o Flu não desiste. A melhora na etapa final foi recompensada com um gol nos acréscimos, aos 47 minutos da etapa final.

Publicidade

O técnico Roger Machado, diante da sequência de jogos, mudou algumas peças no Fluminense. David Braz, Wellington, Ganso, Luiz Henrique e Abel Hernández começaram no time titular. Luccas Claro, Martinelli, Nenê, Gabriel Teixeira e Fred foram para o banco. O Tricolor contou com retorno do zagueiro Nino, que estava com a Seleção Olímpica.

Na próxima rodada, o Fluminense recebe o Santos, no Maracanã, nesta quinta-feira, às 19h (horário de Brasília). O Bragantino, por sua vez, visita o Corinthians, nesta quarta-feira, às 20h30 (de Brasília).

Bragantino castiga o Fluminense

A pressão inicial do Bragantino surtiu efeito. Os donos da casa sufocavam a saída de bola do Fluminense. Foi assim que abriu o placar, logo aos cinco minutos. O goleiro Marcos Felipe não afastou direito. O Bragantino recuperou a posse e acelerou. Ytalo, de letra, ajeitou para Lucas Evangelista. Ele chutou no canto e marcou.

Publicidade

O Fluminense conseguiu equilibrar o jogo, mas encontrava dificuldade para criar. O Bragantino era mais perigoso. Aderlan chutou com força, mas a bola foi para fora. O Tricolor parou no travessão. Após cobrança de escanteio, Ganso ganhou pelo alto, mas a cabeçada explodiu na trave.

A resposta do Bragantino foi em forma de gol. Caio Paulista se atrapalhou e perdeu a bola. Os donos da casa novamente aceleraram. Ytalo atacou de garçom mais uma vez e deixou Artur cara a cara com Marcos Felipe. Ele tocou na saída do goleiro e fez 2 a 0, aos 47 minutos.

Fluminense melhora, mas não evita derrota

O clube carioca tentou pressionar o Bragantino no começo do segundo tempo. Após cobrança de falta, Abel Hernández acertou a trave, mas estava impedido. Depois, o atacante parou em Marcos Felipe, que fez boa defesa em finalização de Abel.

Luiz Henrique Fluminense x Bragantino Luiz Henrique sofre com a marcação | Foto: Mailson Santana / Fluminense / Divulgação

Publicidade

O técnico Roger Machado fez as primeiras mudanças no Fluminense. Ele colocou Kayky e Bobadilla. Saíram Luiz Henrique e Ganso. O Fluminense teve a chance de diminuir. Caio Paulista lançou Bobadilla, que tentou driblar o goleiro. A bola sobrou para Abel Hernández, que isolou.

A bola teimava em não entrar. O chute de Caio Paulista foi desviado para escanteio. Na cobrança, o Fluminense diminuiu. Bobadilla desviou na primeira trave e Caio Paulista completou para a rede, aos 29 minutos do segundo tempo.

Roger lançou o Fluminense ao ataque. Ele colocou Nenê no lugar de Wellington, além de Calegari na vaga de Samuel Xavier. O lateral-direito salvou o Fluminense ao bloquear chute de Claudinho.

Publicidade

Aos 46, Nenê chutou e a bola explodiu no braço de Fabrício Bruno, que entrou no lugar de Natan. Abel Hernández bateu e empatou aos 47 minutos. O Fluminense continua invicto no Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 2X2 FLUMINENSE

Estádio: Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Data: 13/06/2021, domingo
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)
Cartão amarelo: Natan, Jadsom Silva e Lucas Evangelista (Bragantino) e Luiz Henrique e Roger Machado (Fluminense)
Cartão vermelho:
Gol:
Bragantino: Lucas Evangelista, aos 5′ do 1ºT, Artur, aos 47′ do 1ºT
Fluminense: Caio Paulista, aos 29′ do 2ºT, e Abel Hernández, aos 47′ do 2ºT

Publicidade

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Natan (Fabrício Bruno) e Luan Cândido (Weverson); Jadsom Silva (Raul), Lucas Evangelista e Claudinho; Helinho (Ligger), Artur e Ytalo (Cuello). Técnico: Maurício Barbieri.

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier (Calegari), Nino, David Braz e Egídio; Wellington (Nenê), Yago Felipe e Ganso (Bobadilla); Luiz Henrique (Kayky), Caio Paulista e Abel Hernández. Técnico: Roger Machado.

Comentários