Publicidade

O Fluminense ainda não venceu desde que o técnico Odair Hellmann trocou o clube pelo futebol árabe. Depois do empate com o Vasco no último domingo, o Tricolor foi derrotado pelo Atlético-GO, nesta quarta-feira, em Goiânia.

Marcão ainda busca a primeira vitória (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Lento e sem criatividade, o time teve um desempenho ofensivo muito fraco. O técnico Marcão prometeu trabalhar nos próximos dias para corrigir as deficiências.

— Vamos trabalhar bem para corrigir essa questão de criatividade. Temos que criar opções para finalizar mais, ter mais profundidade. Não ficamos satisfeitos. Vamos treinar essa semana para o mais rápido possível equacionar essa questão e tornar nossa equipe mais perigosa para criar mais situações e complicar os adversários. Tentar repetir o que deu certo e criar novas situações para eliminar o que tem dado errado – afirmou o treinador após o confronto.

Publicidade

O Tricolor terá muitos dias para se preparar para o próximo jogo, que só acontecerá no sábado, dia 26 de dezembro. Entretanto, o Flu terá uma pedreira pela frente, já que vai encarar o líder São Paulo, no Maracanã

– Fizemos treinamentos que foram muito bons durante a semana, principalmente em relação à profundidade, que cobramos muito. Conseguimos êxito no treinamento, no primeiro tempo não saiu, mas temos que procurar maneiras de ferir mais o adversário. Vamos trabalhar para criar essas situações. Principalmente para criar profundidade e furar as defesas – projetou.

Leia também:

Publicidade

Marcão explica o que não funcionou no Fluminense na derrota para o Atlético-GO

Derrota para o Atlético-GO liga sinal de alerta no Fluminense

Para enfrentar o São Paulo, Marcão ganhou dois desfalques certos. O volante Hudson e o meia Paulo Henrique Ganso receberam o terceiro amarelo em Goiânia e, portanto, estão suspensos do próximo jogo.