Publicidade

Marcão poupou Egídio contra o Bahia. Danilo Barcelos jogou e Marlon passou a ser relacionado. Assim a concorrência aumentou. Mas o titular do Tricolor tem alguns méritos que deixam ele em boas condições nesta disputa. O equilíbrio defensivo que ele dá ao time não é comum para a posição.

Essa virtude de Egídio se reflete em números. Nenhum lateral roubou mais bolas no Campeonato Brasileiro do que o jogador do Fluminense. Segundos dados disponibilizados pelo “SofaScore”, que acompanha as estatísticas dos jogadores, Egídio recuperou 107 vezes a bola na competição.

Egídio é quem mais rouba bolas. Mas tem concorrência (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Os números são significativos se comparado, por exemplo, a João Lucas, do Cuiabá, e Fagner, do Corinthians, que aparecem na segunda posição. Ambos roubaram a bola 97 vezes cada um.

Publicidade

MAIS! Nenê vem perdendo espaço no Fluminense

Em algums entrevistas Marcão não esconde a admiração por Egídio.

– É um jogador experiente, rodado, campeão por onde passou, consegue perceber os momentos difíceis – disse ele.

Relacionadas

Publicidade

Apesar de ter a admiração do treinador, Egídio agora vai precisar de muito mais esforço para se manter entre os titulares. O lateral-esquerdo realmente tem a concorrência de Danilo Barcelos e de Marlon.

Comentários