Publicidade

A dificuldade de conseguir renovar o contrato do volante Dodi, que se encerra no fim do ano, ligou o sinal de alerta no Fluminense. A pedido do presidente Mário Bittencourt o departamento de futebol está monitorando opções no mercado para o setor. A maior preocupação é que o vínculo com o atleta termina em 31 de dezembro e o relacionamento com seus agentes não é dos melhores. Assim existe a preocupação que ele nem prorrogue o compromisso até o fim do Campeonato Brasileiro, em fevereiro.

Dodi é destaque do Fluminense no Brasileiro (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense)

Apesar de publicamente manter o discurso otimista sobre Dodi, Mário sabe que a realidade hoje caminha mais para um desfecho negativo. Assim a ideia já é contratar um jogador em condições de ser titular do setor.

Leia também:

Publicidade

Há vida sem Nenê? Odair vai quebrar a cabeça para substituir o craque
Emperrou! Dodi fica mais longe do acordo com o Fluminense

O clube analisa alguns nomes que estão se destacando pela Série B do Campeonato Brasileiro. Além disso está sendo preparada internamente uma lista com opções do exterior, brasileiros ou estrangeiros, em condições de serem acionados na próxima janela.

Negociação com Dodi está em ritmo lento

Carlos Escuro é o empresário de Dodi (Foto: Instagram)

A negociação com Dodi realmente está complicada. Hoje Dodi tem um salário muito abaixo da realidade da maioria dos titulares do Fluminense. Inclusive alguns reservas ganham mais do que o volante. O problema é que desde a reta final do Campeonato Carioca o jogador vem sendo um dos mais importantes do plantel.

Publicidade

A proposta do Fluminense foi de um aumento de 30% nos atuais vencimentos do jogador. Os valores inclusive seriam reajustados ao longo dos três anos de contrato. Mas a grande questão é que como o valor atual é baixo, mesmo com 30% ele continuaria ganhando menos do que muitos reservas. Além disso Dodi esperava uma valorização porque o Fluminense recusou uma proposta do futebol russo pelo jogador em 2019. A ida seria interessante financeiramente para o volante, que aceitou sem problemas permanecer nas Laranjeiras.