Publicidade

Marcão foi acionado para apagar mais um incêndio no Fluminense. A eliminação na Libertadores e a sequência de derrotas no Brasileirão tiveram como repercussão a demissão de Roger Machado. O ídolo do clube assume mais uma vez, efetivado no cargo.

Curiosamente, Marcão passou o bastão para Roger Machado. Na ocasião, ele entregou o time classificado para a Libertadores, graças à quinta colocação no último Brasileiro. Agora, assume o time justamente após a queda no torneio.

Marcão Fluminense Marcão assume o Fluminense de novo e tenta salvar a temporada | Foto: Mailson Santana / Fluminense / Divulgação

E não faz muito tempo que Marcão passou o boné. O último jogo dele à frente do Fluminense foi no dia 25 de fevereiro. Praticamente seis meses depois, vai fazer nova estreia. Nesta segunda-feira, novamente sob o comando do ex-volante, o Tricolor enfrenta o Atlético-MG, às 20h (de Brasília), em São Januário, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Relacionadas

Fred Fluminense
Caio Paulista Fluminense 220821

Como Marcão pode ajudar o Fluminense

Publicidade

A solução caseira faz sentido. Marcão conhece o elenco e já fez a maior parte deste grupo render. O primeiro passo é justamente resgatar o que deu certo e levou o Fluminense à Libertadores.

MAIS!  Joia do Fluminense passa por cirurgia na primeira semana na França

Na temporada passada, Marcão assumiu o Fluminense após a ida de Odair Hellmann para o Al Wasl, dos Emirados Árabes. Na ocasião, ele falou em dar sequência ao trabalho. Deu certo. O clube carioca, especialmente na reta final do Brasileirão, era um time seguro e eficiente defensivamente.

Publicidade

MAIS! Em grande momento na carreira, Arias destaca grandeza do Fluminense

Recuperar a solidez defensiva é um caminho necessário. O Fluminense oscilou na reta final de Roger Machado e deixou a desejar no setor. Não passava a mesma confiança. O conhecimento do elenco pode ajudar nesta missão.

Outro fator que Marcão precisa atacar é o psicológico. Uma eliminação sempre causa traumas, aliada a uma sequência ruim no Brasileirão, então… A experiência da época de jogador pode ajudar. Além disso, ele já viveu uma situação em que assumiu o time precisando recuperá-lo. Em 2019, Marcão comandou a reação que fez o Fluminense se livrar do risco de rebaixamento e chegar à Sul-Americana.

Publicidade

Agora, Marcão tem como missão salvar a temporada do Fluminense. Além de reagir no Brasileiro, o Tricolor Carioca tem as quartas de final da Copa do Brasil pela frente. O técnico já mostrou que pode ajudar.

Comentários