Publicidade

A renovação de contrato do volante Dodi com o Fluminense realmente não deve acontecer. A situação parece mais longe de um final feliz. O jogador se tornou uma das referências da equipe de Odair Hellmann e se valorizou. Mas entende que o Tricolor não está reconhecendo essa valorização.

Carlos Escuro é o empresário de Dodi (Foto: Instagram)

Com salário abaixo até de jogadores recém promovidos aos profissionais, o jogador quer um salário considerado alto pelo clube. Entretanto Dodi entende que é possível pagar o valor pedido justamente por conta do que ganhar alguns reservas.

Leia também:

Publicidade

Fluminense encaminha permanência de Odair
Fluminense paga parte dos salários do elenco

O Flu fez uma proposta com reajustes escalonados nos próximos três anos. Em entrevista ao portal “ge”, o empresário do jogador, Carlos Escuro, foi taxativo.

– Nós queremos uma valorização. Isso não é valorização. Eu sei que há casos e casos. Sabemos que há jogadores no grupo que ganham muito mais do que isso. Tem meninos que estão subindo da base que ganham mais ou a mesma coisa que o Dodi. Eu acho que ele que tem que valorizar o menino – afirmou.

Fluminense procura opções no mercado

Publicidade

O representante do jogador rejeitou de pronto a oferta tricolor, e nem se viu em condição de contrapropor, já que há um abismo entre os valores oferecidos e o que ele entende que o jogador merece.

Dodi continua afirmando que sua prioridade é ficar no clube, mas por enquanto não há sinais de que a diretoria irá ceder.