Publicidade

O técnico Marcão não contava mais com o atacante Kayky. O treinador não gosta de trabalhar com jogadores que já estejam negociados. Assim o Fluminense antecipou a ida do atacante Kayky para o Manchester City. O atleta teria que se apresentar apenas em dezembro na Inglaterra. Mas vai logo agora em setembro.

O Fluminense anunciou a ida de Kayky em uma nota oficial, pouco depois de a rescisão do jogador aparecer no Boletim Informativo da CBF (Bid). O presidente Mário Bittencourt deu o aval para que a situação fosse decidida rapidamente.

Kayky ganhou espaço com Roger. Mas perdeu com Marcão (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense)

Na nota oficial o Fluminense informou: ““Em virtude da ótima relação entre o Fluminense e o Manchester City, o atacante Kayky teve a rescisão de seu contrato antecipada para o início do desenvolvimento do atleta na Inglaterra. Como o Tricolor mantém percentual sobre venda futura do jogador e direitos a bônus a serem alcançados pelo atleta quando estiver clube inglês, as duas partes optaram em antecipar em três meses a ida de Kayky”.

Publicidade

MAIS! Richarlison pode ser reforço para os cofres do Tricolor

Kayky sempre foi visto como uma das principais joias das categorias de base do Fluminense. Ele foi o melhor jogador do Campeonato Brasileiro Sub-17 de 2020, sendo um dos grandes responsáveis pela conquista do Fluminense.

Kayky repete João Pedro com Marcão

Assim foi alçado aos profissionais por Roger machado e usado em muitos jogos. Mas Marcão não gosta de trabalhar com jogadores que estão negociados e que vão deixar o clube no fim da temporada.

Relacionadas

Caio Paulista Fluminense

Publicidade

A situação de Kayky logo rendeu comparações com o caso do atacante João Pedro. O Fluminense negociou o jogador com o Watford da Inglaterra em 2019. Assim que Marcão assumiu o time interinamente o jogador foi deixado de lado.

Comentários