Publicidade

Os Jogos Olímpicos de Tóquio fizeram muito bem ao zagueiro Manoel, do Fluminense. Não que ele faça parte da Seleção Brasileira que disputa o torneio olímpico, mas por outro motivo que veio a calhar. A CBF chamou Nino, que está no Japão, e isso criou oportunidade para o jogador de 31 anos se firmar no elenco titular do Tricolor. Assim, ele tem sido opção do técnico Roger Machado para formar a defesa ao lado de Luccas Claro, tanto no Brasileirão quanto na Libertadores.

Manoel Fluminense Manoel forma dupla de zaga com Luccas Claro no Fluminense | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Mas o que facilita a vida de Manoel nessa fase não está apenas em Tóquio. Aliás, não é de hoje. Manoel já atuou ao lado de Luccas Claro há muitos anos, quando ambos jogavam na base do Athletico Paranaense. Assim, o entrosamento que têm mostrado em campo se explica.

Leia também

Fluminense aproveita respiro inesperado e mostra confiança

Publicidade

Fluminense inicia ‘nova perna’ no Brasileiro e tem missão a cumprir

Até agora, pelo Fluminense, atuaram em seis jogos, na maior parte pelo Brasileirão, contra Grêmio, Santos e Cuiabá. Jogaram duas vezes contra o Red Bull Bragantino, pela Copa do Brasil e uma contra o Cerro Porteño, já na Libertadores. O saldo é positivo, com quatro vitórias e duas derrotas. Mas, serve de consolo citar que uma dessas derrotas não teve peso algum, pois mesmo com o placar adverso o Fluminense passou de fase contra o Red Bull Bragantino.

Relacionadas

Manoel Fluminense
Igor Julião Fluminense

Assim, aos poucos Manoel vai conquistando espaço no Fluminense. No entanto, ainda precisa ganhar a vaga na cabeça do técnico Roger Machado. Isso enquanto Nino estiver do outro lado do mundo, no Japão. Que venha os desafios então.

Comentários