Publicidade

A alquimia tricolor tem funcionado neste início de temporada. O Fluminense lidera o Grupo D na Libertadores e se classificou para a final do Campeonato Carioca. A mescla entre a juventude dos talentos de Xerém e atletas experientes é a receita para o Flu ir cada vez mais longe.

O Fluminense vê a garotada e os atletas mais experientes se destacando. Aos 37 anos, Fred tem oito gols, sendo três deles pela Libertadores, em oito jogos. Nenê, de 39 anos, é o garçom do time. A juventude também vem encontrando espaço para brilhar. No segundo jogo da semifinal do Campeonato Carioca, Gabriel Teixeira e Kayky garantiram a vitória tricolor, neste domingo, sobre a Portuguesa, no Maracanã.

Kayky Fluminense Kayky deu assistência e fez gol na vitória tricolor | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Kayky, de 17 anos, entrou no intervalo e não demorou a fazer a diferença. Ele fez jogada pela direita e cruzou para Gabriel Teixeira, de 20 anos, fazer 2 a 1 (Yago marcou o gol tricolor na primeira etapa). Depois, em arrancada, Kayky marcou o terceiro.

Relacionadas

Nino Fluminense

Roger Machado destaca mescla no Fluminense

Publicidade

O técnico Roger Machado é só elogios para a dupla tricolor e ressalta a importância de combinar a experiência de nomes importantes com a juventude dos talentos de Xerém.

“Acho que essa mescla de jogadores mais rodados com juventude é a alquimia certa. Outro momento vi Fred falando da alegria, espontaneidade e por vezes a boa irresponsabilidade desses jogadores, que fazem com que eles sejam imprevisíveis em alguns momentos. Muitas vezes vou pedir para eles tocarem e eles vão para cima e limpam a jogada e, por exemplo, o Kayky deixa o Biel na cara do gol em condição de finalizar e o Biel tem a frieza de pegar uma bola quicando e conseguir finalizar com precisão no alto, usando o gesto técnico adequado para o momento”, analisou o técnico tricolor.

Técnico amplia história no Fluminense

O comandante tricolor conhece bem o clube e já escreveu o nome na história na época em que era jogador. Ele fez o gol do título da Copa do Brasil de 2007. Ao retornar como treinador, Roger Machado destacou a felicidade de fazer parte novamente do clube.

Roger Machado Fluminense Roger Machado já tem final pela frente | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Publicidade

Em pouco tempo de trabalho, ele já vai para a primeira final como técnico do Fluminense. Roger Machado está pronto para aumentar a história que tem no clube.

“A avaliação do trabalho é positiva. Não apenas pelos resultados que nos levaram à final e que nos colocaram no primeiro lugar no grupo da Libertadores até o momento, mas porque faço parte de um grupo especial e de um clube especial, que trabalha com muita seriedade, buscando o melhor sempre. Isso que me deixa feliz de fazer parte desse projeto. De um clube onde fiz história e que continuo construindo história também”, acrescentou.

O Fluminense vai encarar o Flamengo na final do Campeonato Carioca. O primeiro jogo da decisão é no sábado, às 21h15, no Maracanã. Antes, o Flu volta as atenções para a Libertadores. Nesta quarta-feira, recebe o Santa Fe, no Maracanã, às 21h.

Comentários