Publicidade

Gabigol terminou a Libertadores de 2021 como artilheiro, com 11 gols, e foi eleito o craque do torneio. Entretanto, faltou o principal. Gabigol fez gol na decisão, mas não conseguiu impedir a derrota do Flamengo para o Palmeiras, neste sábado, no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Entre a tristeza por perder a final, Gabigol já mira o futuro. A dor da derrota precisa virar combustível para alcançar mais uma glória eterna.

Gabigol Flamengo Gabigol na final com o Palmeiras | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

– Flamengo chegou à final com méritos, contra uma grande equipe, enfrentamos outras grandes equipes ao longo do torneio. Final é decidida num detalhe. Eles foram felizes naquela jogada, no primeiro gol. Criamos chances, não fizemos. Fico feliz porque o Flamengo tem chegado mais vezes nesse estágio, em final, mas não vamos ganhar todas. Nossa motivação é sempre ser campeão. Não lembrava mais como era perder um título. Dói muito, mas agora é cabeça erguida. Jogamos em um grande time, com grande torcida. Vamos nos levantar e voltar para essa final e ser campeão – declarou Gabigol.

Relacionadas

Renato Gaúcho Flamengo

Publicidade

Com 11 gols e quatro assistências na Libertadores, Gabigol brilhou no torneio. Entretanto, fica aquele gostinho amargo por ter batido na trave na decisão.

Elenco do Flamengo amarga a maior frustração de uma era vitoriosa

– Perfeita no meu individual, mas sem título não vejo como perfeita. Feliz pelos meus números, artilheiro novamente, gols e assistências em um campeonato tão disputado. Mas perfeita seria se tivesse o título – acrescentou Gabigol.

Comentários