Publicidade

A terceira rodada da fase de grupos da Libertadores tem início nesta terça-feira, com vários clubes brasileiros em campo. Valendo a liderança do grupo G, o Flamengo visita a LDU na altitude de Quito, no Equador. A bola vai rolar no Estádio Rodrigo Paz Delgado, o ‘Casa Blanca’, a partir das 21h30, no horário de Brasília.

O estádio fica a 2,734 metros de altitude e impõe dificuldades aos atletas brasileiros. Além disso, o local não traz boas lembranças ao Flamengo, já que na única vez que encarou a LDU lá, perdeu de virada por 2 a 1 em 2019.

Gabigol é o artilheiro do Flamengo na Libertadores (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

Enquanto o Flamengo lidera o grupo com seis pontos, a LDU vem logo atrás em segundo, com quatro. Uma vitória equatoriana nesta terça, portanto, colocará a LDU no topo da tabela. A situação rubro-negra, entretanto, é mais confortável, já que os outros dois integrantes do grupo, o Unión La Calera (1 ponto) e o Vélez Sarsfield (sem pontos), não estão próximos.

Publicidade

Além disso, o Flamengo terá ainda três partidas pela frente, sendo duas em casa. Situação oposta a da LDU, que sairá de casa para enfrentar o Flamengo no Maracanã e o Vélez Sarsfield, em Buenos Aires. O confronto, portanto, é decisivo para a classificação dos equatorianos à próxima fase.

Relacionadas

Em grande fase, Pedro e Vitinho são armas do Fla no banco (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O técnico Rogério Ceni tem dois desfalques importantes para o confronto. Recuperando-se de problemas musculares, o zagueiro Rodrigo Caio e o meia Gerson não viajaram com a delegação. Assim, o treinador deve escalar Willian Arão na zaga e o jovem João Gomes no meio.

FICHA TÉCNICA
LDU-EQU X FLAMENGO-BRA

Local: Estádio Rodrigo Paz Delgado, em Quito, no Equador
Data: Terça-feira, 04 de maio de 2021
Horário: 21h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Nicolas Taran (URU) e Martin Soppi (URU)

Publicidade

LDU: Gabbarini, Pedro Perlaza, Franklin Guerra, Moisés Corozo e Christian Cruz; Lucas Piovi, Jordy Alcivar e Billy Arce; Matías Zunino, Cristian Borja e Adolfo Muñoz
Técnico: Pablo Repetto

FLAMENGO: Diego Alves, Isla, Willian Arão, Bruno Viana e Filipe Luís; Diego Ribas, João Gomes e Arrascaeta; Everton Ribeiro, Gabigol e Bruno Henrique
Técnico: Rogério Ceni

Comentários