Publicidade

O Flamengo quer trocar a sua geração de ouro aos poucos. O assunto é tratado no departamento de futebol pelo vice-presidente Marcos Braz e tem o aval do presidente Rodolfo Landim. Mas a ideia é fazer o processo de forma suave, sem rupturas.

Uma prova disso é o perfil dos novos reforços. O meia Andreas Pereira, que deve chegar do Manchester United, e o atacante Kenedy, que estava no Chelsea, têm 25 anos. Assim estão em uma faixa de idade inferior à maioria do time considerado titular.

Filipe Luis, Diego Ribas e Diego Alves: trio de 36 anos (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Hoje dos atletas titulares e que jogam com frequência o time tem muitos que beiram os 30 anos. O goleiro Diego Alves, o lateral-esquerdo Filipe Luís e o volante Diego Ribas têm 36 anos. O lateral-direito chileno Mauricio Isla aparece com 31 anos, um ano mais novo que o apoiador Éverton Ribeiro. O atacante Bruno Henrique têm 30 anos. Próximo do grupo dos trintões o zagueiro Rodrigo Caio, com 28 anos, e o volante Willian Arão, que tem 29 anos.

Publicidade

MAIS! Os memes da goleada sobre o Vasco na final sub-17

Existe internamente o sentimento de que o Flamengo precisa ter time competitivo, do mesmo porte do atual, pelos próximos anos. Assim é preciso saber jogar com a idade dos atletas. O fator idade tem sido sim levado em consideração pelos dirigentes.

– No clube se sabe que não pode deixar a geração envelhecer toda ao mesmo tempo, pois isso vai ser um problema. Igual um país tem safras, mas que dependem de quem nasceu no país, um clube também tem. Mas nesse caso pode ir ao mercado e se ajustar. É isso que o Flamengo tem feito – disse uma pessoa ligada ao departamento de futebol ao MAIS QUE UM JOGO.

Manter juniores é desafio perdido

Reinier não esquentou lugar no Flamengo (Foto: Divulgação)

Publicidade

A preocupação com a chegada de reforços que não estejam perto dos 30 anos se deve também à dificuldade de manter no Brasil os destaques que surgem do time de juniores. Isso porque o Flamengo tem negociado cedo algumas de suas estrelas da base, não permitindo que eles amadureçam na equipe principal e ajudem na formação de times.

Relacionadas

Andreas Pereira é belga naturalizado brasileiro (Foto: Arquivo Manchester United)
Arrascaeta Flamengo

Assim nos últimos anos deixaram a Gávea jovens como os meias Lucas Paquetá e Reinier e o atacante Vinicius Júnior. Todos jovens que estão amadurecendo apenas no futebol europeu. Com as moedas internacionais valorizadas, o Flamengo não terá como competir neste sentido nos próximos anos. Assim a transição precisar ser pensada, como vem sendo feito.

Comentários