Título de 2009 pode inspirar, mas Flamengo precisa mostrar que pode chegar

publicado em 14/01/2021 às 10:55

O Flamengo tenta juntar os cacos, afastar a pressão e ainda acredita no título brasileiro. Para isso, precisa de uma arrancada na reta final. O torcedor rubro-negro se lembra logo de 2009. O título daquele ano serve como inspiração e mostra que nem tudo está perdido.

Rogério Ceni Flamengo

Rogério Ceni tenta encontrar soluções no Flamengo | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Em 2009, após a 29ª rodada, o Flamengo estava na quinta colocação, com 47 pontos, sete a menos do que o Palmeiras, líder na ocasião. A diferença é a mesma da temporada 2020. E o time atual ainda tem uma “vantagem”. O Fla possui um jogo a menos nesta edição. Ou seja, pode diminuir a “distância” para o São Paulo, atual primeiro colocado.

LEIA MAIS! Marcos Braz dá recado no Flamengo: ‘Estou com Rogério até o fim’

O Fla ainda está vivo na briga pelo título brasileiro de 2020 e tem dez jogos pela frente. O clube não joga a tolha, mas sabe que precisa reagir rapidamente, recuperar a confiança e resgatar o bom futebol.

LEIA MAIS! Diego Alves pode reforçar o Flamengo contra o Goiás

Em 2009, justamente na 30ª rodada, o Flamengo mostrou que poderia chegar. O Rubro-Negro venceu o Palmeiras por 2 a 0, com dois gols de Petkovic, no Palestra Itália, pulou para a vice-liderança e entrou definitivamente na briga pelo título. Sob a batuta de Adriano, Pet & Cia., o Fla venceu mais cinco jogos, empatou dois e perdeu um na reta final do Brasileiro e foi campeão.

Flamengo precisa reagir

O time de Rogério Ceni também precisa mostrar, na 30ª rodada, que pode chegar. Esta é a principal diferença. A fase. Em 2009, o Fla ganhava confiança. Agora, amarga um momento turbulento, após três jogos sem vencer.

O Flamengo enfrenta o Goiás, nesta segunda-feira, às 20h, em Goiânia. É um jogo decisivo para as pretensões do clube no Brasileiro e para manter a inspiração em 2009.

Deixe seu comentário:

Comentário