Publicidade

O Flamengo conheceu o rival das oitavas de final da Libertadores e vai reencontrar o técnico carrasco da edição de 2020. Sebastián Beccacece está à frente do Defensa Y Justicia, adversário do Rubro-Negro no mata-mata. Além de ser algoz do Flamengo, Beccacece é uma pedra no sapato na curta carreira de técnico de Rogério Ceni.

Beccacece era o técnico do Racing na última Libertadores e eliminou o Flamengo nas oitavas de final, já com Rogério Ceni à frente do clube carioca. No jogo de ida, na Argentina, empate por 1 a 1. A partida de volta no Maracanã também terminou 1 a 1, com Willian Arão levando a decisão para os pênaltis com um gol aos 48 minutos do segundo tempo. Nas penalidades, o clube argentino levou a melhor e deixou o Fla pelo caminho.

Beccacece Flamengo Beccacece no duelo com Flamengo | Foto: Imago Images

O argentino também participou de outra eliminação do Flamengo, à época como auxiliar de Jorge Sampaoli. Em 2011, a Universidad de Chile aplicou 4 a 0 no Fla de Ronaldinho Gaúcho e Vanderlei Luxemburgo no Engenhão, no jogo de ida das oitavas de final da Sul-Americana. Na partida de volta, novo triunfo chileno, por 1 a 0.

Beccacece é pedra no sapato de Rogério Ceni

Publicidade

O técnico argentino é um problema para Rogério Ceni. Além da eliminação de 2020, Beccacece impôs outro revés ao brasileiro. Em 2017, no primeiro ano como treinador, Ceni enfrentou Beccacece na Sul-Americana e se deu mal. Na ocasião, à frente do São Paulo, ele caiu para o Defensa Y Justicia do rival.

Relacionadas

Gabigol Flamengo

Logo na primeira fase da Sul-Americana de 2017, o São Paulo empatou sem gols com Defensa na Argentina. No jogo de volta, o empate por 1 a 1 favoreceu Beccacece, pelo gol marcado fora de casa.

Ceni já enfrentou Beccacece quatro vezes. O retrospecto mostra quatro empates. Eles terão mais dois duelos pela Libertadores.

Comentários