Publicidade

O Flamengo não tem paz em 2020, e Seleção Brasileira e lesões ameaçam temporada do time. O atual campeão brasileiro e da Libertadores já vem sofrendo com constantes desfalques desde o surto de Covid, em setembro. E a situação pode piorar nas fases decisivas das competições nacionais.

Pedro e Bruno Henrique na lista da Seleção (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

Devido ao calendário apertado pós-pandemia, o Brasileirão e a Copa do Brasil não param nas datas Fifa. Durante as partidas das Eliminatórias da Copa de 2022, as equipes tem que se virar sem alguns de seus principais jogadores. E nenhuma equipe no Brasil é tão prejudicada quanto o Flamengo.

Nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias, em outubro, o Flamengo teve quatro jogadores convocados, todos titulares. Rodrigo Caio e Everton Ribeiro foram chamados pelo técnico Tite, da Seleção Brasileira. Além da dupla, o Rubro-Negro perdeu Arrascaeta (Uruguai) e Isla (Chile). Dois deles, Arrascaeta e Rodrigo Caio, retornaram com lesões e até hoje estão fora do time.

Publicidade

Leia também:

Flamengo encaminha renovação de Diego Alves

Braz garante: Vitinho e Yuri César não estão de saída

Tite chama mais dois para a Seleção

Publicidade

Para a terceira e quarta rodadas, além dos quatro, o Flamengo ainda pode perder mais dois para a Seleção. O técnico Tite convocou os atacantes Pedro e Bruno Henrique como suplentes na Seleção Brasileira, em caso de impedimento de algum atleta da lista principal.

O Flamengo não terá os convocados na 21ª rodada do Brasileirão, e, principalmente, na primeira partida das quartas de final da Copa do Brasil, caso avance para esta fase do mata-mata nacional. Isso se ao retornarem, todos estejam em condições de jogo.

As chances de lesão são maiores numa temporada em que as equipes têm que jogar duas vezes por semana. O Flamengo disputa três competições simultâneas – Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores, e o excesso de jogos cobra seu preço.

Publicidade

No momento, além de Arrascaeta e Rodrigo Caio, Gabigol e Diego Ribas estão entregues ao departamento médico. Já Diego Alves, Pedro Rocha e João Lucas voltaram a ficar à disposição esta semana, após longo período de ausência, mas ainda não entraram em campo.

O consolo para o Rubro-Negro é que a quinta rodada das Eliminatórias só será em março de 2021, após o fim das três competições.