Publicidade

O técnico Rogério Ceni estava abalado após a derrota por 3 a 0 para o São Paulo que custou a eliminação na Copa do Brasil. O Rubro-Negro voltou a perder para o Tricolor, mas dessa vez no Morumbi. O resultado foi elástico, mas o treinador acredita que a eliminação aconteceu no confronto de ida.

Elenco do Flamengo luta contra abatimento (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

No Maracanã o Flamengo perdeu por 2 a 1 e entrou em campo precisando ganhar por dois gols de diferença para se classificar. Assim Rogério Ceni acredita que o efeito psicológico pesou, principalmente depois de o rival abrir o marcador.

Leia também:

Publicidade

São Paulo derrota o Flamengo e está na semifinal
Matheuzinho: ‘Não foi o resultado que a gente queria’

A derrota por 3 a 0 e a eliminação na Copa do Brasil expuseram o desgaste físico e psicológico dos jogadores. Além disso a obrigação de correr atrás do marcador atrapalhou.

– Jogo muito parecido com o do Maracanã. O Flamengo dominou o primeiro tempo e teve oportunidades. Infelizmente o momento faz com que a bola passe próxima do gol e não entre. Na primeira oportunidade do São Paulo, saiu o gol. Aí entra o lado psicológico que acaba atrapalhando todo o esforço. Aí tem o desgaste, tudo que temos enfrentado – admitiu o técnico Rogério Ceni após a partida.

Torcida ficou revoltada com nova derrota

Libertadores é a prioridade no Flamengo de Rogério Ceni (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Publicidade

A derrota, terceira seguida para o São Paulo, e a eliminação causaram revolta entre os torcedores. Um grupo foi ao aeroporto cobrar o elenco, mas foi driblado pela logística adotada pelo Flamengo. O ônibus deixou o Aeroporto do Galeão pelo terminal de cargas.

O Flamengo volta a campo no próximo sábado, às 19h, no Maracanã, para enfrentar o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro. Na próxima terça-feira, a equipe enfrenta o Racing, na Argentina, pela Libertadores.