Publicidade

O drama de Rogério Ceni para armar a zaga do Flamengo vai se estender. Nesta quarta-feira ele ficou sabendo que Rodrigo Caio ficará fora de combate até dezembro. Assim a ausência do jogador compromete ainda mais um setor que vem sendo alvo de críticas.

Rodrigo Caio só volta em dezembro (Divulgação CRF)

A recuperação do zagueiro Rodrigo Caio está superando todos os prognósticos e preocupa o futebol do Flamengo. O jogador não entra em campo desde o dia 22 de setembro, quando defendeu a Seleção Brasileira nas Eliminatórias.

Ao retornar ao clube, Rodrigo Caio foi diagnosticado com um edema ósseo no joelho. Após mais de um mês em recuperação, o zagueiro retornou aos treinos com o grupo. Contudo, durante uma atividade no Ninho do Urubu, sentiu dores na panturrilha, no dia 30 de outubro. Um exame apontou uma lesão muscular de grau 2, e ele iniciou tratamento.

Publicidade

Leia também:

Flamengo vive drama na Copa do Brasil sem Gabigol e Pedro
Flamengo nunca virou fora de casa na Copa do Brasil

A comissão técnica tinha a expectativa de contar com ele para a partida do dia 24 contra o Racing-ARG, pela Libertadores. Entretanto, nesta terça-feira, um novo exame revelou que o processo de cicatrização ainda não está completo. Assim os médicos vetaram o jogador.

Rodrigo Caio pode jogar na volta contra Racing

Rogério Ceni tem problemas para armar a defesa (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Publicidade

Existe a possibilidade de Rodrigo Caio estar à disposição para o jogo de volta contra o Racing, no dia 1 de dezembro, no Maracanã. Contudo, a esta altura, ninguém arrisca um prazo definido.

Este é um dos muitos casos de recuperação de jogadores que estão levando mais tempo que o esperado no clube. O mesmo aconteceu com Pedro Rocha e Arrascaeta, recentemente. Existe uma pressão sobre o Dr. Marcio Tannure, chefe do departamento médico, para vir à público explicar o que está acontecendo, já que em 2019, o Flamengo se notabilizou por recuperar atletas em tempo recorde.