Publicidade

Os principais adversários brasileiros do Flamengo na Libertadores, Palmeiras, São Paulo e Atlético-MG, fecharam a fase de grupos com vitórias expressivas. O Rubro-Negro, entretanto, decepcionou em casa na última rodada e não saiu de um empate sem gols com o Vélez Sarsfield. Rogério Ceni, que voltou a receber críticas da torcida, reconheceu que o Flamengo não jogou com a mesma intensidade.

A falta de ‘pegada’ da equipe no primeiro jogo após uma decisão importante, contudo, não é inédita. O treinador lembrou que quando foi campeão da Supercopa em abril, perdeu o jogo seguinte diante do Vasco, pelo Carioca.

Rogério Ceni (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

No último sábado, o Flamengo venceu o Fluminense por 3 a 1 com uma grande atuação e conquistou o tricampeonato estadual.

Publicidade

– Um primeiro tempo muito ruim, muito abaixo, assim como foi pós o título da Supercopa contra o Vasco, fizemos um jogo abaixo. Hoje um primeiro tempo também, a gente tem que ser realista, de que foi com pouca intensidade. Já no segundo tempo, a gente teve mais controle controle do jogo, aí conseguimos jogar, criar mais oportunidades, melhorou bastante. Mas no primeiro tempo a gente infelizmente não apresentou um futebol que a gente costumeiramente vê o Flamengo jogar – admitiu Ceni.

Relacionadas

Ceni aponta melhora na defesa

O treinador, entretanto, viu pontos positivos na partida, como a maior consistência defensiva.

Defesa melhorou com Rodrigo Caio (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

– Se não tomamos gol, é um sinal de melhora. Não fazer gols, desperta maior curiosidade, principalmente se tratando do Flamengo, que tem uma média alta. Hoje, infelizmente não conseguimos sair do zero – avaliou.

Publicidade

Assim como os outros brasileiros, o Flamengo entrou em campo já com a vaga nas oitavas de final. Mas Palmeiras, São Paulo e Atlético-MG mostraram sua força com vitórias por 6 a 0, 3 a 0 e 4 a 0, respectivamente. Então, mesmo com o primeiro lugar no grupo, o Rubro-Negro ficou devendo e deixou a torcida desconfiada.

Além disso, a irritação com Rogério Ceni, que diminuiu com o título carioca, voltou com força nas redes sociais.

Comentários