Publicidade

Os problemas que qualquer treinador gostaria de ter. Assim vive Renato Gaúcho no Flamengo. O treinador vem conseguindo descobrir opções dentro do próprio plantel com a subida de produção de atletas que estavam na reserva.

Dois atletas em especial já estão dando o que falar: o lateral direito Matheuzinho e o volante Thiago Maia. Nos dois últimos jogos, contra Grêmio e Santos, a dupla entrou no segundo tempo e o time melhorou e conquistou duas goleadas por 4 a 0.

Thiago Maia ficou sete meses afastado dos gramados. Mas vive grande fase (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Renato sabe que isso pode fazer a diferença.

Publicidade

– Toda vez que eu chamo um jogador ele vem, não é somente o Maia e o Matheuzinho, e dá conta do recado. É uma dor de cabeça, não somente nessas duas posições. Uma dor de cabeça boa, agradável. Eu gosto desse tipo de dor de cabeça até pra eu ter esse tipo de problema para escalar a equipe. É muita qualidade junta. Duro é você ver um jogador que não está rendendo em campo e olhar para o lado e ver outro que também não vai render – afirmou Renato.

Isla e Diego Ribas correm riscos

Os titulares Isla e Diego Ribas certamente estão ameaçados pela dupla de jogadores mais novos. Mas por enquanto Renato vai administrando suas peças e sabe que com três competições, vai precisar de todo mundo.

– Aqui é diferente, todo mundo quer e está procurando seu espaço. Nós temos três competições e tem espaço pra todo mundo – disse o treinador.

Publicidade

MAIS! Mengão tem caminho livre por David Luiz

Após vencer o Peixe na Vila Belmiro, o Rubro-Negro só voltará a campo no dia 12 de setembro para enfrentar o Palmeiras. O duelo será um confronto direto na briga pelo título com o atual vice-líder do Campeonato. No primeiro turno, no Maracanã, o Flamengo venceu por 1 a 0.

Relacionadas

Renato Gaúcho Flamengo

Por conta do intervalo de vários dias e da sequência desgastante da equipe, Renato deu três dias de folga para o elenco. Os jogadores se reapresentam somente na quarta-feira na parte da tarde, no Ninho do Urubu.

Comentários