Publicidade

O meia Gerson acusou Juan Ramirez de injúria racial na partida entre Flamengo e Bahia, neste domingo, no Maracanã. A CBF pediu ao STJD para avaliar o acorrido para determinar a punição ao jogador do clube baiano.

Gerson recebeu apoio de Gabigol nas redes sociais (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

Só que Gerson vai buscar a punição na esfera criminal de Juan Ramírez. Tanto que o jogador irá nesta terça-feira a Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), no Centro do Rio de Janeiro.

O atleta vai prestar depoimento sobre o caso de racismo. Isso porque o inquérito policial já foi aberto para apurar o caso.

Publicidade

Por conta do episódio, Juan Ramírez foi afastado das atividades no Bahia. Além disso, o clube baiano prestou apoio a Gerson e prometeu realizar uma investigação própria do caso.

Leia também:

Landim detona arbitragem paulista: ‘Revoltante’

Publicidade

‘Respeito não pode faltar dentro de campo’, dispara Ceni

Gabigol posta mensagem de apoio

Nas redes sociais, diversos clubes brasileiros publicaram mensagens de apoio a Gerson. Além disso, o atacante Gabigol também falou sobre o assunto.

“Estaremos sempre com você, Joker. Não podemos aceitar esse tipo de coisa e não vão nos calar! Lutaremos juntos sempre pela nossa raça, pela nossa cor! Fogo nos racistas!” escreveu.