Publicidade

O atacante Michael esteve perto de ser emprestado ao Al Ain dos Emirados Árabes em janeiro, mas o acerto não saiu por uma pequena diferença de valores. Financeiramente, o empréstimo seria bom para o Flamengo, mas para Michael, a situação não é bem assim.

Michael (Reprodução FlaTV)

Eleito revelação do Brasileirão de 2019, o atacante chegou ao Rubro-Negro no início do ano passado. A transferência, que custou mais de 30 milhões de Reais, acabou não sendo muito proveitosa para Flamengo em 2020. Michael teve um bom início como opção para o ataque com Jorge Jesus, mas na sequência da temporada não consegui se firmar.

Assim, a ideia de emprestar o jogador, ou até vendê-lo, passou a ser cogitada pela diretoria. Mas Michael tem outros planos.

Publicidade

– Ser emprestado eu não acho a melhor opção. Eu cheguei aqui não foi a toa, trabalhei muito, como eu trabalho todos os dias. Se você for pegar o elenco do Flamengo, ele tem muita qualidade. Hoje sou reserva dos melhores quatro atacantes do Brasil (Gabigol, Bruno Henrique, Arrascaeta e Everton Ribeiro) – afirmou Michael em coletiva nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu.

– E eu tenho que respeitar cada um deles, porque são pessoas boas, atletas bons. E o que eu aprendo com eles todos os dias é bom para a carreira e será bom pro meu futuro. Então eu respeito, tento esperar minha oportunidade e, se Deus quiser, exercer a minha profissão, que é jogar futebol – completou.

Leia também:

Publicidade

Flamengo só fará contratação de peso se perder jogador

‘Quero estar aqui no Flamengo’

Para o jogador, que completará 25 anos nesta sexta-feira, o primeiro ano no Flamengo foi de aprendizado. Ele espera, portanto, poder mostrar seu futebol nessa temporada. Por isso decidiu se reapresentar antecipadamente e participar das primeiras rodadas do Campeonato Carioca.

– Estava me habituando na cidade, foi um ano de aprendizado. Aprendi, ganhei títulos e foi bom para mim. Creio eu que sou um outro homem. Esse ano no Flamengo aprendi muita coisa. Quando decidi voltar antes foi por isso. Amo jogar futebol, quero estar aqui no Flamengo, pois o clube me proporciona muitas coisas. É muito grande. Preciso estar aqui para aprender mais. Ter uma sequência de jogos agora nesse início, pra mim é muito importante – concluiu.

Publicidade

Michael foi titular na partida do último sábado contra o Macaé, na vitória do Flamengo por 2 a 0. Neste domingo, o Rubro-Negro terá o Fluminense pela frente na terceira rodada do Estadual. E a expectativa de Michael é estar em campo para mostrar seu trabalho ao técnico Rogério Ceni.