Flamengo

Presidente do Fla explica recuo na transmissão por aplicativo

Rodolfo Landim (Reprodução Youtube)

Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim explica recuo na transmissão do jogo contra o Volta Redonda por aplicativo.

O Flamengo viveu dias de muita polêmica desde a última sexta-feira. A transmissão do jogo contra o Boavista pela FlaTV, de forma aberta ao público em geral, foi um sucesso. O canal do clube no Youtube quebrou recordes de audiência e empolgou a torcida. A diretoria, entretanto, decidiu usar o aplicativo MyCujoo para transmitir o jogo contra o Volta Redonda e cobrar por isso.

Rodolfo Landim (Reprodução Youtube)

A medida repercutiu mal entre uma grande parte dos torcedores e chuveram críticas e protestos. A procura pelo aplicativo, entretanto, foi tão grande que o sistema não deu conta de processar os pagamentos. O clube então decidiu recuar a liberar gratuitamente a transmissão ao vivo pela FlaTV.

– Hoje a gente tava nessa fase de teste, a gente tá procurando conhecer bem esse mercado de streaming. A gente tá fazendo mais um teste dessa vez, com o pagamento da transmissão. Só que o sucesso foi tão grande que acabou criando um gargalo no processo de análise de pagamento da plataforma – disse Landim.

Leia também:

Flamengo bate Volta Redonda e está na final da Taça Rio

Jorge Jesus lamenta chances desperdiçadas e projeta final

– Então a gente teve em torno de 5 mil pessoas no exterior. E aqui no Brasil como houve um fluxo muito grande concentrado próximo da hora do jogo, não se conseguiu ter capacidade de processamento suficiente. Mesmo assim perto de 100 mil pessoas acabaram podendo ver o jogo na plataforma. Mas devido às centenas de milhares de pessoas que acabaram não conseguindo ter acesso, a gente entendeu que era importante liberar o sinal para todo mundo – completou o mandatário.

Estratégia correta

Landim, no entanto, fez questão de ressaltar que a estratégia adotada pelo clube, de cobrar R$ 10 pela transmissão, estava correta.

– Mas é importante mostrar que a estratégia não estava errada, havia uma demanda muito grande pro jogo, mas o fato é que a gente precisa operacionalmente evoluir, mas isso faz parte do processo de aprendizado que a gente vai tendo mesmo -, concluiu.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira para decidir o título da Taça Rio contra o Fluminense. A transmissão da partida está indefinida, já que o mando de campo será decidido por sorteio nesta segunda-feira.

Você Também pode gostar