Publicidade

No último jogo de 2020, o Flamengo apresentou um futebol de “fim de ano”, sem inspiração e sem a tensão de quem briga pelo título. Foi uma atuação morna e sofrível tecnicamente. O empate sem gols com o Fortaleza, neste sábado, no Castelão, é um balde de água fria no embalo rubro-negro. Pedro desperdiçou um pênalti no primeiro tempo.

Pedro Fortaleza x Flamengo Pedro não aproveitou pênalti | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

O roteiro do jogo foi igual do início ao fim. Um Flamengo que rodava a bola, sem agressividade, sem inspiração. Nem mesmo conseguiu buscar algo na base do abafa. Uma atuação sem brio, de fim de ano.

O Flamengo perdeu uma posição na tabela e agora é o terceiro colocado. O Atlético-MG assumiu a vice-liderança – também tem 49 pontos e leva vantagem por ter uma vitória a mais. O clube carioca ainda viu o São Paulo ampliar para sete pontos a vantagem na liderança. Na briga contra a degola, o Fortaleza agora tem 31 pontos e ocupa a 14ª colocação.

Publicidade

O Flamengo volta a campo no dia 6 e tem o rival Fluminense pela frente, no Maracanã. O Fortaleza, também no dia 6, vai enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro.

Flamengo faz primeiro tempo sofrível

O Flamengo encontrava dificuldade para criar. Quando chegou bem, aos 13 minutos, quase marcou. Renê foi lançado por Gerson e cruzou para trás para Bruno Henrique. O chute do atacante desviou na zaga e por pouco não entrou.

A atuação rubro-negra era ruim, sem brilho. O Flamengo girava e girava a bola, mas sem acelerar o jogo e esbarrava na marcação do Fortaleza. Foi aí que surgiu o talento. Pedro recebeu na entrada da área, deu um chapéu no zagueiro e invadiu a área. Ele foi atrapalhado e derrubado por Jackson. Pênalti. Na cobrança, Pedro escorregou e a bola, cobrada com pé direito, bateu no esquerdo. Dois toques. Gol anulado. Porém, a arbitragem não viu a invasão por parte do Fortaleza. Deveria ter mandado repetir a cobrança.

Publicidade

O Fortaleza, que entrou para frear o Flamengo, até conseguiu, devido ao azar de Pedro, mas pouco ameaçou. A estratégia de buscar o contra-ataque não surtiu efeito no primeiro tempo.

‘Fim de ano’ continua no Flamengo

Rogério Ceni mudou no intervalo e trocou de lateral-direito. Isla, amarelado logo aos três minutos, saiu para entrada de João Lucas. O segundo tempo teve o mesmo panorama. O Flamengo com mais posse de bola. Porém, sem conseguir criar. Tecnicamente, a noite era horrível.

Em uma rara oportunidade, Pedro parou em Felipe Alves. O goleiro defendeu a finalização à queima-roupa, após cruzamento. Ceni lançou o Flamengo ao ataque. Diego entrou no lugar de Arão e Vitinho substituiu Éverton Ribeiro. Não surtiu efeito. O Fla, em fim de ano, decepcionou.

FICHA TÉCNICA

Publicidade

FORTALEZA 0X0 FLAMENGO

Local: Castelão, Fortaleza (CE)
Data: Sábado, 26/12/2020
Horário: 19h (Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Cartões amarelos: Isla, Renê e Vitinho (Flamengo) e Jackson, Ronald e Carlinhos (Fortaleza)
Cartão vermelho: –
Gols: –
Fortaleza: –
Flamengo: –

FORTALEZA: Felipe Alves; Gabriel Dias (Mariano Vázquez), Jackson, Paulão e Carlinhos; Felipe, Ronald (Derley), João Paulo (Welligton Paulista) e Tinga; Romarinho (Bergson) e David (Osvaldo); Técnico: Marcelo Chamusca.

Publicidade

FLAMENGO: Hugo Souza; Isla (João Lucas), Rodrigo Caio, Natan e Renê; Willian Arão (Diego), Gerson, Arrascaeta (Pepê) e Éverton Ribeiro (Vitinho); Bruno Henrique e Pedro; Técnico: Rogério Ceni.