Publicidade

Uma saia-justa com um patrocinador agitou os bastidores do Flamengo. Na terça-feira, no empate com o Unión La Calera, pela Libertadores, uma crítica ao desempenho do time de Rogério Ceni não repercutiu bem.

Além de CEO da Moss, empresa que estampa a marca nas meias do uniforme rubro-negro, Luis Felipe Adaime é torcedor fanático do Flamengo. Na terça-feira, quando o time passava maus momentos em campo, ele fez uma postagem em sua conta pessoal no Twitter com os dizeres: “perder pra esse timeco de várzea ta duro. vamo p@#$@”

Flamengo O jogo do Flamengo com La Calera rendeu… (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

A informação divulgada pelo UOL não caiu bem no Fla e, na manhã desta quinta-feira, Luis Felipe Adaime fez nova postagem se desculpando com a torcida rubro-negra:

Publicidade

“Querida Nação e Flamengo: peço perdão se me exaltei no meu perfil. Vcs têm razão, devo assumir o papel de patrocinador e apoiar o clube e seus atletas sempre. Se pareceu que critiquei, foi no calor do momento, como torcedor. Nunca fui pessoa publica e tô me adaptando, SRN”

O Flamengo e a Moss, maior plataforma de créditos de carbono do mundo, acertaram o patrocínio no final de março. Desde então, animada com o sucesso da parceria, a empresa estendeu o apoio ao basquete e ao time de e-sports.

Comentários