Publicidade

Contestado pela torcida do Flamengo e alvo de zoação em redes sociais também por parte de torcedores do próprio Flamengo, o atacante Lincoln está de malas prontas para deixar o Flamengo.
O jovem que completa 20 anos este mês está prestes a trocar o Rubro-Negro pelo futebol europeu. Alvo de muitas sondagens ao longo do ano, o jogador vinha sendo mantido em busca de melhores ofertas, mas, precisando fazer caixa, o Flamengo decidiu negociá-lo.

Lincoln vai deixar o Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/CRF)

Na última janela de transferências para a Europa, o Dínamo de Kiev fez uma proposta que agradou ao clube e ao atleta. O clube da Ucrânia ofereceu 4 milhões de euros por 80% dos direitos do jogador. A negociação só não foi concretizada devido a falta de tempo para que Lincoln chegásse no país europeu antes do fechamento da janela.

Leia também:

Publicidade

Flamengo pode se complicar nas finanças com episódios recentes
Flamengo, Corinthians, River… a ‘maldição do ano seguinte’ dos campeões da Libertadores

Agora está na mesa uma proposta do Pafos, de Chipre, de 4 milhões de dólares (20,5 milhões de Reais) por 75% dos direitos.

O Dínamo mantém o interesse em Lincoln, e o Flamengo aguarda uma posição. Se os ucranianos não renovarem a oferta, a tendência é que Lincoln seja negociado com o Pafos.

Lincoln surgiu na geração de Vinicius Júnior

A vez de Lincoln: garoto era cercado de expectativa no Flamengo. Mas não rendeu (Foto: Divulgação)

Publicidade

Lincoln está no Flamengo desde 2015, e se projetou ao lado de Vinícius Jr., com quem formava a dupla de ataque no Sub-17 rubro-negro. O Flamengo promoveu ele aos profissionais ainda muito cedo, mas Lincoln acabou perdendo espaço. Assim os técnicos pouco o escalavam. Nas raras vezes em que esteve em campo, desperdiçou alguns gols decisivos. Foi a senha para a torcida protestar.

Com as recentes eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores, o Flamengo se viu forçado a buscar recursos para equilibrar as finanças.