Publicidade

Para encerrar o primeiro turno com a mesma pontuação de 2019, o Flamengo precisa vencer os próximos cinco jogos. Após 15 jogos disputados, o Rubro-Negro de Dome está com os mesmos 30 pontos do de Jesus. Entretanto, na reta final do turno no ano passado, o time estava muito embalado.

Flamengo vem de vitória sobre o Vasco (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

Depois da derrota para o Bahia nas 13ª rodada, o Flamengo venceu oito jogos seguidos. A equipe do português passou por cima de Grêmio, Vasco, Ceará, Palmeiras, Avaí, Santos, Cruzeiro e Inter, antes de empatar com o São Paulo. Estes três últimos jogos já foram no segundo turno.

Portanto, para se manter no mesmo ritmo da campanha do hepta, o Fla de 2020 terá de vencer o Bragantino, nesta quinta-feira. Em seguida, bater Corinthians, Inter e São Paulo, para igualar os 42 pontos alcançados na metade do Brasileirão em 2019.

Publicidade

O desafio parece bem maior este ano, em função da sequência de jogos e do desgaste da equipe. O time tem convido com desfalques por Covid-19, lesões e convocações para seleções.

Leia também:

Pedro volta a brilhar e Flamengo vence o Goiás

Publicidade

Braz se incomoda com questionamentos ao VAR a favor do Fla

Embora as dificuldades sejam muitas, o time tem mostrado resiliência. Os reforços de atletas vindos das categorias de base estão correspondendo em campo e até já disputam posições com os titulares.

O Flamengo chega para enfrentar o Braga vindo de quatro vitórias consecutivas, contra Athletico-PR, Sport, Vasco e Goiás, entretanto, não terá folga até o fim do turno. A partida contra o Bragantino ocorrerá já nesta quinta-feira, apenas 48 horas depois do jogo contra o Goiás. Daí pra frente serão dois jogos por semana, já que a equipe disputa simultaneamente a Libertadores e a Copa do Brasil.