Flamengo

Para Antônio Lopes, Flamengo não é bicho papão e pode ser batido

Flamengo da Final da Libertadores (Divulgação)

Os duelos contra o Fluminense nas finais da Taça Rio e do Campeonato Carioca estão abalando a imagem do Flamengo. Sem conseguir se impor diante de uma equipe teoricamente inferior, o Rubro-Negro tem sido bastante questionado.

Flamengo da Final da Libertadores (Divulgação)

Até antes da paralisação do futebol pela pandemia, o Fla era apontado como o bicho papão do momento no Brasil. Não faltaram prognósticos de que a equipe de Jorge Jesus venceria tudo em 2020 e que não tinha adversários à altura no país.

Entretanto, o que tem sido visto no Carioca é uma equipe burocrática e sem pegada. Com um sistema defensivo bem montado e muita entrega em campo, o Fluminense tem jogado de igual para igual diante do elenco milionário do Rubro-Negro.

Coordenador técnico do Vasco, Antônio Lopes sabe o que é isso. Ele era o treinador do Vasco no título carioca de 1982, quando bateu o Flamengo de Zico, Júnior e Adílio.

– O Flamengo tem um bom time, um bom elenco. Nós sabemos disso. Mas não é problema não. Eu dou o exemplo sempre de 1982, quando o Flamengo também tinha um time excepcional. Tinha ganho o Campeonato Mundial de 1981. Em 1982, O Vasco da Gama em 82 montou um bom time e acabou ganhando o Campeonato Estadual – disse Lopes em entrevista à Fox.

Não existe bicho papão no futebol

Experiente, Lopes não acredita nessa história de bicho papão no futebol. Com sua vasta experiência, ele aposta que com uma boa preparação, pode-se enfrentar qualquer equipe.

– Eu acho que não tem nada disso. O trabalho é que tem que se desenvolver bem no sentido de preparar a equipe para enfrentar não só o Flamengo, mas como todas as equipes do futebol brasileiro – afirmou.

O Flamengo venceu o Fluminense por 2 a 1 na primeira partida da final do Carioca, no último domingo. Nesta quarta, as duas equipes voltam a se enfrentar no confronto decisivo. Levando ou não o título, o Rubro-Negro já percebeu que não terá vida fácil em 2020.

Hoje referencia no Brasil, o Flamengo passou a ser o time a ser batido. Vencer o Flamengo virou um troféu à parte que toda equipe e todo treinador quer ganhar.

Em 1982, o supertime do Flamengo foi campeão Brasileiro pela segunda vez, mas perdeu o Carioca e caiu nas semifinais da Libertadores.

Você Também pode gostar