Publicidade

O Flamengo procura um local para mandar seu jogo de volta das quartas de final da Libertadores. Nesta sexta-feira, a Prefeitura do Rio liberou a presença da torcida, mas o Flamengo não quer jogar só com 10% de público no Maracanã.

As autoridades locais decidiram atender parcialmente ao pedido do clube. O Rubro-Negro solicitou a presença de 30% da capacidade do estádio, mas a Prefeitura adotou o percentual que usou para a Copa América.

Torcida do Flamengo: "O Maraca é nosso!" Flamengo não deve enfrentar o Olimpia no Maracanã (Divulgação)

Além disso, as regras impostas também criaram um mal estar, porque elas foram mais rígidas do que as da competição de seleções. Até o valor dos ingressos foi alvo das autoridades. Assim, a diretoria avalia as opções.

Publicidade

Com as condições determinadas pela administração do prefeito Eduardo Paes, o Flamengo entende que o prejuízo seria grande. Os custos de organizar o evento com a presença de público e seguir os protocolos seriam muito altos.

Relacionadas

Meme Flamengo x ABC | Foto: Reprodução Internet

Assim, um plano B está em curso. O Mané Garrincha, em Brasília, lidera a disputa para receber a partida do próximo dia 18 de agosto, contra o Olimpia, do Paraguai. O estádio foi palco da vitória por 4 a 1 sobre o Defensa y Justicia-ARG, pelas oitavas da Libertadores.

Leia também:

Irreverente, Renato Gaúcho mostra jeito de ser no Flamengo e lida com ‘chatão’ Gabigol

Publicidade

Mais um baile! Flamengo goleia o ABC e encaminha vaga na Copa do Brasil

O Flamengo e a empresa que administra o estádio estão renegociando a parte financeira e o anúncio pode sair em breve. Outro local, entretanto, corre por fora: João Pessoa. Estado com grande torcida do Flamengo, a Paraíba tenta seduzir a diretoria rubro-negra.

A primeira partida das quartas de final será em Assunção, no Paraguai, no próximo dia 11 de agosto.

Comentários