Publicidade

O Flamengo conheceu seu adversário das semifinais da Libertadores na noite desta quinta-feira. Com um empate diante do Fluminense, o Barcelona de Guayaquil avançou para encarar o Rubro-Negro no final de setembro. Mas será que o atual campeão brasileiro precisa ter medo?

Embora o favoritismo esteja do lado brasileiro, a campanha da equipe equatoriana a credencia a chegar onde chegou. Na Libertadores de 2020, os dois se encontraram na fase de grupos e o Fla venceu os dois jogos. Mas a equipe do técnico Fabián Bustos evoluiu nesta edição da competição continental.

Barcelona eliminou o Fluminese antes de encarar o Flamengo (Foto: Mailson Santana/FFC)

O Barcelona foi primeiro lugar num grupo com Boca Juniors e Santos. Além disso, venceu todos os duelos em casa até o empate desta quinta. Assim, como avançou com 13 pontos, contra 12 do Flamengo, decidirá a classificação no Equador.

Publicidade

As duas partidas das semifinais ocorrerão no final de setembro. O primeiro jogo, no Brasil, será no dia 22, enquanto o segundo uma semana depois, no dia 29, em Guayaquil.

Leia também:

Andreas Pereira assina com Flamengo: Marcos Braz rebate críticas

Libertadores: Renato Gaúcho fica a um triunfo de ser o técnico com mais vitórias

Publicidade

Para chegar à semi, o Barcelona eliminou o Vélez Sarsfield-ARG nas oitavas antes do Fluminense. Entretanto, a equipe não fez bons jogos diante do Tricolor nas quartas e com empates por 2 a 2 fora e 1 a 1 em casa avançou por causa do gol qualificado.

Relacionadas

Coincidência ou não, esta será a segunda vez que o técnico Renato Gaúcho cruza com os equatorianos numa semifinal de Libertadores. Em 2017, no comando do Grêmio, o treinador passou pelo Barcelona para chegar à final e ser campeão.

Comentários