Publicidade

A lua de mel de Renato Gaúcho com o Flamengo não durou muito tempo. O começo foi promissor, com goleadas e classificação para a final da Libertadores. Agora, o técnico convive com pressão.

A eliminação em casa na Copa do Brasil e a sequência de tropeços que deixaram distante o título brasileiro mudaram o sentimento dos torcedores. Ex-jogador e ídolo do clube, Renato lida com críticas e pedidos pela volta de Jorge Jesus.

Renato Flamengo Renato Gaúcho lida com críticas no Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

De um lado, comentaristas apontam as deficiências dos métodos do treinador, que se defende com o discurso do excesso de jogos e desgaste da equipe. Mas Renato também recebe apoio de ex-atletas que já trabalharam com ele, como foi o caso do lateral-direito Léo Moura. Hoje com 43 anos, ele é o sétimo jogador que mais vestiu a camisa do Flamengo na história. Além disso, teve passagem pelo Grêmio e participou da campanha do título da Libertadores em 2017 sob o comando de Renato.

Relacionadas

Publicidade

– Eu fui há umas três semanas no Ninho. Estou esperando para começar o treino, fiquei conversando com o Diego, goleiro, e com o Filipe Luís. Eles falaram: “Léo, a alegria que esse cara trouxe para o time, a confiança dos jogadores que estavam sendo massacrados. Léo, esse cara é o cara.” Todos apaixonados por ele. Os caras respeitam – disse Léo Moura em entrevista ao programa “Cara a Tapa” , do jornalista Rica Perrone.

Léo Moura dá apoio a Renato no Flamengo

O ex-jogador criticou os comentaristas que dizem que Renato não sabe treinar uma equipe.

– Foi um dos caras que trabalhei, além de ser um p*** gestor de grupo que nunca vi, ele deixava o grupo todo feliz, isso é impossível. Os caras de fora queriam que os que estavam jogando arrebentassem. No treino, tem que treinar, eu conheço todos vocês. No estádio que você tem que me mostrar. Ele entende, jogou. Lógico, o auxiliar é muito bom, o Alexandre Mendes. Jogou, foi campeão, falar que não sabe nada, entregador de colete. Olha o currículo, fazendo o time jogar – finalizou.

Publicidade

Mais polêmica! Juiz reverte expulsão com VAR e prejudica Flamengo

Praticamente fora da disputa pelo título brasileiro, o Flamengo ainda tem pela frente a final da Libertadores no dia 27 de novembro. O futuro de Renato no Ninho do Urubu dependerá deste resultado, embora mesmo se for campeão não esteja garantido em 2022. Seu contrato termina no fim deste ano.

Comentários