Publicidade

Renato Gaúcho chegou ao Flamengo em meio a uma maratona de jogos. E a batida continua. A sequência de partidas cobra um preço e obriga o técnico a ter de poupar os atletas mais desgastados. Na goleada sobre o São Paulo, neste domingo, no Maracanã, o lateral-direito Isla foi o primeiro jogador rubro-negro a ser preservado.

Com desgaste muscular, Isla foi cortado da lista de relacionados e deu lugar a Matheuzinho. A tendência é a de que Renato Gaúcho passe a rodar o elenco.

Isla Flamengo Isla deu lugar a Matheuzinho contra o São Paulo | Foto: Marcelo Cortes / Flamengo / Divulgação

– Eu conversei com o Isla no quarto depois do almoço, até porque ele saiu com a perna muito pesada do jogo em Brasília. Era um risco colocá-lo em campo mesmo se sentindo bem. Assim como tem outros jogadores que vamos revezando para que eles não se machuquem. É muito fácil as pessoas pedirem para jogar sempre o mesmo time, mas alguém tem que pensar e essa pessoa tem que ser o treinador com fisiologista para que possam analisar bem – declarou Renato Gaúcho.

Relacionadas

Thiago Mendes Lyon
Renato Gaúcho Flamengo
Renato Gaúcho Flamengo
Derrota de virada, por 5 a 12, para o Flamengo, rende memes para o São Paulo - Foto: Reprodução

Publicidade

O técnico está ligado no desgaste e conta com a força do elenco para não correr risco e evitar lesões.

– Não adianta colocar o jogador em campo e você não ter o jogador. Porque daqui a pouco ele não está em condições de correr. Ele tem muitas chances de se lesionar e você perder o jogador por duas ou três semanas. É isso que não queremos. Como temos um grupo bom e forte, de vez em quando vamos poupar, sim, como aconteceu com o Isla e entrando o Matheuzinho – acrescentou.

Renato prepara o terreno para rodízio no Flamengo

A batida do Flamengo continua, agora com a Copa do Brasil. Renato Gaúcho vai aguardar a revisão do departamento médico, mas já sinalizou que não será possível usar força máxima em todos os jogos.

Publicidade

Outro patamar! Bruno Henrique revive os melhores dias pelo Flamengo

– De vez em quando a gente vai tirar um ou outro jogador justamente para que a gente não perca. São três competições dificílimas e o que menos queremos é que um jogador vá para o departamento médico. Pensamos sempre em conjunto e sempre temos a melhor decisão para o grupo. Foi o que aconteceu com o Isla e pode acontecer amanhã ou depois com outros jogadores. Têm jogadores que estão numa sequência muito grande e é melhor darmos uma segurada do que perder por lesão – finalizou.

Dedé revela que ficou perto de acertar com o Flamengo

Publicidade

O Flamengo abre o duelo das oitavas de final da Copa do Brasil contra o ABC, nesta quinta-feira, às 20h (de Brasília), no Maracanã.

Comentários