Publicidade

Novo xodó da torcida do Flamengo, o goleiro Hugo Souza elege suas melhores defesas nas dez partidas que atuou como titular. O jogador de apenas 21 anos vem conquistando seu espaço na equipe com grandes atuações. Desde que estreou nos profissionais, no final de setembro, o Flamengo não perdeu um jogo sequer. E em boa parte deles o Rubro-Negro deve sua invencibilidade ao goleiro.

Hugo Souza, Flamengo Hugo já foi chamado para treinar com a Seleção Brasileira | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

Hugo Souza está sendo comparado a grandes goleiros do futebol brasileiro, em especial a Dida. Os dois têm a mesma altura, 1,96 metros, e muita agilidade apesar do tamanho.

– Eu fico lisonjeado por poder estar trabalhando dessa forma, mostrando meu trabalho. Mas ao mesmo tempo não fico deslumbrado porque eu trabalhei pra isso e esperei por esse momento. Quem me conhece sabe do meu potencial e com toda humildade do mundo, eu precisava dessa oportunidade pra mostrar e, graças a Deus, ela veio – falou Hugo Sousa em participação no programa Seleção SporTV, nesta sexta-feira.

Publicidade

Leia também:

Hugo Souza vence pressão para se firmar no Flamengo: ‘Coloquei na cabeça que ia jogar’

Gatito é opção no Flamengo? Diego Alves pode não renovar

Defesas preferidas de Hugo Souza

Publicidade

O jogador foi perguntado sobre quais as defesas mais difíceis que realizou nos dez jogos que disputou. Hugo elegeu dois grandes momentos debaixo dos paus, um na partida da última quarta-feira, contra o Athletico-PR, e outro na goleada por 5 a 1 sobre o Corinthians.

– Se for pra escolher uma defesa, fico com essa (contra o Athletico), porque foi um jogo especial, de Copa, que é diferente dos outros. Foi uma defesa muito difícil – ressaltou Hugo sobre o chute de Reinaldo, aso 18 minutos do segundo tempo.

– Teve o pênalti também. O primeiro pênalti a gente nunca vai esquecer. Mas eu fico com essa e a do Corinthians, porque foram duas bolas difíceis que eu tive que mostrar agilidade. É uma coisa que a gente trabalha todos os dias lá no CT. A gente trabalha sempre a nossa reação, ficar plantado, esperar os chutes. E graças a Deus eu tenho conseguido fazer isso nos jogos, então as minhas duas defesas preferidas são essa do Athletico e a do Corinthians, do Cazares, que eu caio pra um lado e tenho que voltar e fazer a defesa no canto – disse Hugo.