Publicidade

O Flamengo de Renato Gaúcho tem fome, de vitória e de gols. O apetite está em dia. Sob o comando do técnico, em quatro jogos, foram 15 gols, uma média de 3,75 gols por partida. O São Paulo foi a última vítima a sofrer com a voracidade rubro-negra e levou de 5 a 1, neste domingo, no Maracanã.

Renato Gaúcho tem pouco tempo à frente do Flamengo. O começo é promissor. A fome de vitória e de gols é algo que ele não abre mão.

Renato Gaúcho Flamengo Renato aponta o caminho para o Flamengo | Foto: Alexandre Vidal / Flamengo / Divulgação

– Não gosto de perder nem par ou ímpar e isso coloco quase que diariamente para meus jogadores. A maior forma de você respeitar o adversário é fazendo gols sem menosprezar. O saldo de gols lá na frente é importante, independentemente da competição, então é fazer gols. E isso não é menosprezar o adversário. Não pode deixar é de querer dar um drible a mais para provocar o adversário e isso eu não vou deixar, tenho consciência – declarou Renato.

Relacionadas

Renato Gaúcho Flamengo
Bruno Henrique Flamengo x São Paulo
Bruno Henrique Flamengo
Derrota de virada, por 5 a 12, para o Flamengo, rende memes para o São Paulo - Foto: Reprodução

Publicidade

– Quero que busquem sempre a vitória, independentemente de quem é o adversário. E tendo a chance, tem que fazer gol, tem que matar o jogo sempre. É uma coisa que eu tenho na cabeça e passo pra eles desde o tempo de jogador. É um pensamento de pessoa que é vencedora na vida. Eles têm feito direito isso e pode ver que sempre buscamos gols e vitória, mas sempre respeitando o adversário – completou.

Renato faz alerta no Flamengo

O técnico, porém, também aproveitou para dar um recado. Nem sempre será possível golear os adversários.

– Daqui a pouco vamos ganhar um jogo apertado. O torcedor não pode se acostumar que o Flamengo só vai golear, não. Não é bem assim. Vão acontecer os empates, infelizmente vai acontecer uma derrota. A gente sempre trabalha para vencer – declarou.

Publicidade

MAIS! Dedé revela que ficou perto de acertar com o Flamengo

Renato usou até um exemplo de uma cornetada que recebeu no jogo contra o Defensa Y Justicia, em Brasília, pelas oitavas de final da Libertadores.

MAIS! Flamengo não aceita proposta de Portugal por Gabriel Batista

Publicidade

– Estávamos ganhando por 2 a 1 e tinha torcedores chiando para mim e pedindo goleada. O grupo vem fazendo por merecer porque tem criado bastante e aproveitado as oportunidades. Mas cada jogo é um jogo. O mais importante é o Flamengo vencer. Tenho certeza que o torcedor entende isso – acrescentou.

MAIS! Flamengo encara uma loteria chamada Rodrigo Muniz. Entenda!

O Flamengo, agora, tem a Copa do Brasil pela frente. Nesta quinta-feira, o clube carioca recebe o ABC, às 20h (de Brasília), no Maracanã, pelo jogo de ida das oitavas de final.

Comentários