Publicidade

O Flamengo desembarcou nesta terça-feira no Rio de Janeiro após o empate com a Chapecoense. O resultado deixou os rubro-negros mais distantes do tricampeonato brasileiro.

Só que o sentimento entre os flamenguistas foi de revolta pela arbitragem do árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim. Os cariocas criticaram a não marcação de um pênalti e a marcação de um impedimento de Gabigol quando o atacante teria saído do campo de defesa.

Flamengo saiu de campo revoltado com árbitro (Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo)

Por isso, a diretoria optou por processar o árbitro baseado no artigo 259 do CBJD: “Deixar de observar as regras da modalidade”.

Publicidade

Caso saia vitorioso, o artigo prevê até a anulação da partida. No entanto, o pensamento dos dirigentes é punir o árbitro.

Relacionadas

O Flamengo volta a campo nesta quinta-feira, contra o Bahia, no Maracanã.

Comentários