Publicidade

O Flamengo continua se recuperando dos estragos financeiros causados pela pandemia do Coronavírus. O clube conseguiu fechar contrato de patrocínio com o site de vendas Mercado Livre. O Flamengo vai receber R$ 30 milhões pelo contrato, que vai até o fim de 2022. Mas os dirigentes não confirmam os valores apurados pelo MAIS QUE UM JOGO.

A briga dos gigantes do E-commerce chegou com força ao futebol. Depois de ‘namorar’ com o Flamengo pelo espaço nas costas do uniforme Rubro-Negro, a Amazon levou o chapéu do concorrente Mercado Livre.

Diretoria do Flamengo trabalha para melhorar a receita. Mas pandemia atrapalhou (Foto: Flamengo)

Nesta terça-feira, o Flamengo postou a seguinte mensagem em sua conta oficial no Twitter:

Publicidade

“Urubu delivery? Pode isso, Arnaldo? kkkkk
Segura aí, Nação, que O #MelhorTéChegando no Mengão!”

A postagem veio acompanhada de uma montagem de um urubu carregando uma caixa do Mercado Livre.

As costas do uniforme do Flamengo vem sendo negociada há várias semanas. A primeira grande empresa interessada foi a Itapemirim, do setor de transporte de passageiros que está lançando sua companhia aérea. As partes chegaram perto do acordo, mas as negociações esfriaram.

Urubu entrou de vez no mercado de vendas… (Foto: Twitter Flamengo)

Mercado Livre supera Amazon

Publicidade

A Amazon entrou em cena com um patrocínio pontual na final da Supercopa do Brasil. O Flamengo estampou naquela partida o logo da Amazon Prime Video, serviço de streaming da multinacional.

O sucesso foi tão grande que a Amazon iniciou conversas para um patrocínio mais longo. Os valores seriam em torno de 8 milhões de Reais até o fim deste ano. A negociação, portanto, estava no estágio de troca de minutas e discussão de detalhes do contrato.

Então, eis que entra em cena o Mercado Livre com uma proposta de valor superior e prazo mais longo. A diretoria do Flamengo sinalizou positivamente e o contrato então será levado ao Conselho Deliberativo para aprovação.

Comentários